Economia

Após superar os US$ 58 mil, bitcoin perde 15% do valor em 48 horas

23/02/2021_

Café com Jornalista – Apesar de acumular alta de 70% este ano, o bitcoin deu um susto nos investidores. Nas últimas 48 horas, o valor criptomoeda caiu 15%, de pouco mais de US$ 58 mil no domingo (21) para US$ 49.220 nesta terça (23).

Bitcoin chegou a valer R$ 305 mil
Bitcoin chegou a valer R$ 305 mil
Após um forte rali desde outubro do ano passado, acentuado neste início de 2021, o Bitcoin passa nesta terça-feira (23) por uma forte correção, desvalorizando US$ 10 mil nas últimas 48 horas.


Às 13h (horário de Brasília), a maior criptomoeda do mundo tinha perdas de 5,84% no acumulado de 24 horas, cotada a US$ 49.220, após chegar a superar os US$ 58 mil no último domingo.

Em reais, o bitcoin era negociado a...



Clique na imagem acima para ler mais notícias de Economia.



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista