sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Lockdown de nove dias no Paraná começa à zero hora deste sábado

 26/02/2021_

Café com Jornalista – O Governo do Paraná decretou, nesta sexta (26), a suspensão do funcionamento de serviços e atividades não essenciais em todo o Estado e a proibição da circulação de pessoas entre 20h e 5h. O lockdown tem início à zero hora deste sábado (27) e vai até as 5h da madrugada de segunda (8).

O secretário Beto Preto (Saúde) e o governador Ratinho Junior na apresentação do decreto – Foto: Geraldo Bubniak/AEN
O secretário Beto Preto (Saúde) e o governador Ratinho Junior na apresentação do decreto – Foto: Geraldo Bubniak/AEN
Publicada no Decreto 6.983/2021, a medida emergencial foi tomada pelo governador Ratinho Junior (PSD) após reuniões virtuais com prefeitos e deputados estaduais. Com a taxa de ocupação dos leitos de unidade terapia intensiva (UTI) em 94%, o Paraná segue o exemplo de Santa Catarina, que terá lockdown neste fim de semana.


No pior momento da pandemia, com recorde de mortes em 24 horas, todos os três Estados do Sul apresentam ocupação dos leitos de UTI para covid-19 acima dos 90%. Na quinta (25), tanto o Hospital Universitário quanto o Hospital Municipal de Maringá informaram que a ocupação dos leitos havia chegado aos 100%

O decreto estadual surge, portanto, com o objetivo de reduzir o elevado nível de contaminação que está esgotando a capacidade de atendimento nos hospitais. A medida pode ser prorrogada ou não, a depender do comportamento da pandemia durante o período do lockdown.
"Precisamos da compreensão das pessoas porque a estrutura [hospitalar] é finita. Sem contar a questão dos profissionais da saúde, cada vez mais sobrecarregados e cansados em virtude de uma pandemia, que já dura um ano. Serão dias turbulentos e, mais do que nunca, precisamos que quem puder fique em casa", disse Ratinho Junior.
Ao anunciar os detalhes do decreto, em live no fim da manhã desta sexta, o governador destacou que a Secretaria de Estado da Saúde prevê a ampliação da capacidade hospitalar com a inclusão de 258 novos leitos até segunda (1º). O processo começou a ser implementado esta semana.


De acordo com a AEN, estão sendo acrescentadas à rede 99 unidades de UTI, 153 de enfermarias e seis de estabilização como resposta à alta taxa de ocupação. De acordo com a secretaria, a rede já contava com 3.400 leitos e, mesmo assim, há 578 pessoas esperando por uma vaga em hospital na Central de Leitos do Estado.

Resumo

Confira a seguir, de forma resumida, a lista de medidas restritivas anunciadas no Decreto 6.983/2021:
  • Suspensão do funcionamento e das atividades não essenciais;
  • Proibição de circulação em espaços e vias públicas entre 20h e 5h;
  • Proibição de comercialização e consumo de bebidas alcoólicas em espaço de uso público ou coletivo entre 20h e 5h;
  • Suspensão das aulas presenciais em escolas estaduais, públicas e privadas. Inclusive nas entidades conveniadas com o Estado do Paraná, cursos técnicos, e em universidades públicas e privadas;
  • Adequação do expediente dos trabalhadores aos horários de proibição provisória de circulação definidos nesse decreto;
  • Atividades religiosas somente com atendimento individual ou culto on-line;
  • Regime de trabalho para órgãos do Estado;
  • Permitidos delivery (entrega em casa), drive thru (comprar com o carro) e take away (para a viagem);
  • Priorização da substituição do regime de trabalho presencial para o teletrabalho, quando possível;
  • Suspensão das cirurgias eletivas por 30 dias para unidades públicas e privadas. O objetivo é assegurar estoque de medicamentos anestésico e reduzir demanda por leitos hospitalares;
  • Intensificação da fiscalização para cumprimento das medidas.


Maringá

Sem conflitar com o novo decreto estadual, algumas situações específicas foram definidas pela Prefeitura para Maringá. Confira: 
  • A Prefeitura suspenderá atendimento ao público nos prédios municipais. Serão mantidos somente os atendimentos essenciais;
  • Cada secretaria organizará o sistema de trabalho remoto de acordo com as atribuições dos servidores. O horário de trabalho será entre 8h e 17h;
  • As atividades essenciais do município são das secretarias de Saúde, de Limpeza Urbana (Selurb), de Infraestrutura (Seinfra), de Mobilidade Urbana (Semob), Segurança Pública e setores das demais secretarias que prestam atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade;
  • As bibliotecas, os parques e os outros espaços do município que não prestam serviços essenciais serão fechados;
  • Empresas de delivery poderão atender 24 horas.
Ainda de acordo com a Prefeitura de Maringá, serão mantidas as vistorias do Grupo de Gestão Integrada (GGI) com trabalho rigoroso para fazer cumprir o decreto em prevenção ao coronavírus. A autuação das pessoas flagradas sem máscara de proteção, descumprindo horário do toque de recolher ou em aglomeração prosseguirá, além das empresas e estabelecimentos flagrados em irregularidades.


 Artigo: O mundo mudou minha vida

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 

0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista