terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Candidato do Centrão, Arthur Lira é eleito presidente da Câmara dos Deputados no primeiro turno

02/02/2021_

Café com Jornalista, com Agência Câmara – Candidato do Centrão e apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o deputado Arthur Lira (PP-AL), 51 anos, foi eleito presidente da Câmara dos Deputados para o biênio 2021-2022. A votação teve início na noite de segunda, sendo concluída já na madrugada desta terça (2).

Lira comemora resultado da eleição – Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Lira venceu a disputa no primeiro turno, somando 302 votos (59% dos 513 votos possíveis). O alagoano foi apoiado por um bloco formado por 11 partidos: PSL, PP, PSD, PL, Republicanos, Podemos, PTB, Patriota, PSC, Pros e Avante. A posse ocorreu logo após a divulgação do resultado. 


Segundo mais votado, com 145 apoios, Baleia Rossi (MDB-SP) contou com o apoio de PT, MDB, PSB, PSDB, PDT, Solidariedade, PCdoB, Cidadania, PV e Rede. Havia a expectativa de que Rossi tivesse uma votação mais expressiva no primeiro turno.

A eleição teve ainda seis candidados independentes, com as seguintes votações: Fabio Ramalho (MDB-MG), 21 votos; Luiza Erundina (PSOL-SP), 16 votos; Marcel Van Hattem (Novo-RS), 13 votos; André Janones (Avante-MG), três votos; Kim Kataguiri (DEM-SP), dois votos; General Peternelli (PSL-SP), um voto. Houve dois votos em branco.


Bolsonaro

O presidente da República, que já havia emplacado o nome do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para a presidência do Senado, saiu vitorioso também na eleição de Lira. O resultado da votação foi comemorado nas redes sociais.

"Arthur Lira é eleito (302 votos em 513 possíveis), em primeiro turno, para presidir a Câmara para o biênio 2021/22", tuitou Bolsonaro, ao publicar foto de arquivo de cumprimento entre ele e o novo presidente da Câmara.
As eleições para o comando das duas casas do Congresso Nacional eram consideradas questões de sobrevivência para Bolsonaro. Cabe, por exemplo, ao presidente da Câmara aceitar ou não os pedidos de impeachment. Com Lira no cargo, os mais de 60 pedidos devem continuar engavetados. 


Nessa jornada para emplacar nomes afinados com o governo federal, Bolsonaro mergulhou de vez nos braços do chamado "Centrão" – criticado por ele como "velha política", na eleição de 2018. Segundo matéria da Folha de S.Paulo, as eleições acabaram marcada pela promessa de emendas e ofertas de cargos no governo em troca de votos. Também houve retaliação a congressistas com posições na máquina federal e que declararam apoio a Rossi.
 
Para acomodar os novos aliados, há a expectativa de criação de mais postos, inclusive no primeiro escalão. Segundo a Folha, "o próprio presidente disse na sexta-feira (29) que pretende recriar os Ministérios da Cultura, do Esporte e da Pesca. Ele condicionou a recriação das pastas à eventual vitória de seus aliados nas disputas pelos comandos da Câmara e do Senado".

Ao que tudo indica, a moeda de troca – conhecida de longuíssima data no Congresso – surtiu efeito.

Perfil

Arthur Lira está no terceiro mandato de deputado federal. Empresário, agropecuarista e bacharel em Direito, Lira iniciou a vida pública em 1993, quando se elegeu vereador em Maceió. Antes de chegar à Câmara, também foi deputado estadual em Alagoas. É filho do atual prefeito de Barra de São Miguel (AL), o ex-senador Benedito de Lira.




>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 

Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista