terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Mais de 76 mil pessoas no Paraná já receberam 1ª dose da vacina contra covid

26/01/2021_

Café com Jornalista – A enfermeira Lucimar Josiane de Oliveira, 44 anos, foi a primeira pessoa vacinada contra covid-19. Da segunda-feira (18) para cá, outras 76.516 pessoas receberam a primeira dose da vacina. O levantamento da Secretaria de Estado da Saúde contabiliza as imunizações ocorridas até as 17 horas desta terça (26).

Regionais de saúde já aplicaram 34,8% das 219.271 doses distribuídas pelo Governo do Paraná – Foto: Jonathan Campos/AEN
Regionais de saúde já aplicaram 34,8% das 219.271 doses distribuídas pelo Governo do Paraná – Foto: Jonathan Campos/AEN
Assim como nos demais Estados do país, a campanha de vacinação contra a covid-19 está apenas começando no Brasil. O total de imunizados no Paraná corresponde, por exemplo, a apenas 1,93% dos seus 11,3 milhões de habitantes. O baixo percentual significa que todos os cuidados para evitar o contágio precisam ser mantidos.

A título de comparação, líder do ranking, Israel já vacinou 4,04 milhões de pessoas, 47% dos seus 8,6 milhões de habitantes. Por lá, o número de internações pela doença está em queda acentuada, comprovando a eficária das vacinas para evitar casos moderados e graves da doença.


Eficiência

Contudo, considerando o que é possível fazer com as vacinas já recebidas, o Paraná tem mostrado certa eficiência na imunização. Em uma semana, os esforços das autoridades de saúde e dos profissionais da área já resultaram na aplicação de 34,8% das 219.271 doses distribuídas pelo Governo do Estado até o momento.


Segundo o governo, essa conta leva em consideração as 132.771 doses da Coronavac, que chegaram na segunda-feira (18), e as 86.500 doses da Oxford/Astrazeneca. Esta, cuja remessa chegou a Curitiba no sábado (23), foi importada da Índia e aquela, da China.

A terceira remessa, com 39.600 doses da Coronavac, ainda está passando por ajustes técnicos no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). A previsão é de que comece a ser enviada para as 22 regionais de saúde já nesta quarta (27). 

Até o momento, as regionais que mais imunizaram, em números absolutos, foram a de Curitiba e Região Metropolitana (2ª RS), com 9.242 pessoas; Maringá (15ª RS), com 8.249; Londrina (17ª RS), com 7.235; Cascavel (10ª RS), com 6.126; Guarapuava (5ª RS), com 4.758; Ponta Grossa (3ª RS), com 4.175; e Jacarezinho (19ª RS), com 3.479.

2ª dose

Independentemente da vacina (da Índia ou da China), há a necessidade de tomar uma segunda dose. O intervalo entre uma dose e outra é de três semanas no caso da Coronavac e de 12 semanas caso o imunizante seja o da Astrazeneca.


 Crônica: Tecnologia alienígena em casa

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 

 


0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista