sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Conheça os livros publicados pelo editor do Café com Jornalista

22/01/2021_

Café com Jornalista – Com 20 de experiência no jornalismo, o editor deste Café seguiu os passos de outros tantos jornalistas, que se aventuraram também por caminhos literários. Com crônicas publicadas em blog desde 2008, Luiz Fernando Cardoso tem entre suas principais referências literárias o jornalista e escritor Fernando Sabino (1923 – 2004), seu cronista favorito.

Os três e-books de crônicas do jornalista Luiz Fernando Cardoso
Os três e-books de crônicas do jornalista Luiz Fernando Cardoso
Em 2018, Cardoso decidiu publicar seu primeiro livro, com a compilação das suas melhores crônicas. Pós-graduado em Jornalismo Digital, o jornalista apostou no meio eletrônico, passando a estudar as ferramentas de publicação na Amazon para editar seus próprios e-books.

Dessa iniciativa, a compilação de crônicas rendeu três e-books: "Orfeu & Violeta", "Quero Café!" e "Nas Curvas de Maringá" – todos em formato Kindle (saiba mais como ler), publicados exclusivamente na Amazon. 

Dos três e-books, o primeiro foi o que fez mais sucesso na Amazon. Vendido inicialmente a R$ 8,90 (e hoje a R$ 5,99), "Orfeu & Violeta" atingiu – quatro dias após seu lançamento – o primeiro lugar no ranking dos e-books mais vendidos da Amazon categoria "Crônicas, Humor e Entretenimento"

As crônicas seguem sendo um hobby do jornalista, uma paixão daquelas comparada a um bom cafezinho preto passado na hora (puro, sem açúcar e sem adoçante). Aliás, as crônicas mais recentes têm sido publicadas também aqui no Café

Cardoso também é autor de um livro impresso sobre a história de uma entidade sindical de Maringá. Leia mais sobre os quatro livros a seguir.


Orfeu & Violeta: E outras histórias lá de Pato Branco. Autor: Luiz Fernando Cardoso
Orfeu & Violeta: E outras histórias lá de Pato Branco – clique para ler! 
Pato Branco, uma charmosa cidade no interior do Paraná, com cerca de 80 mil habitantes e elevada qualidade de vida, é muito mais que o "daí" popularizado pela personagem Bozena, da série televisiva "Toma Lá, Dá Cá". Centro de serviços e polo tecnológico, a cidade que leva o nome de um rio é também a terra do exclusivo X-Polenta, do reforçado café da manhã do Sabiá (ovos com bacon é para os fracos), do aromático expresso da Letra Café (a Boca Maldita local) e de belas "Camilas, Vanessas e Grazielas".

"Maior do que Beltrão", como costumam afirmar os pato-branquenses, a cidade foi fonte de inspiração para uma série de crônicas do jornalista paranaense Luiz Fernando Cardoso, que em seu primeiro livro nos brinda com histórias de humor e paixão (algumas com final feliz, outras nem tanto) em suas idas e vindas da Capital do Sudoeste. As aventuras e os romances de personagens surgidos do imaginário do autor ou de momento vivencial fazem as narrativas bem interessantes, apimentam a leitura e proporcionam o deleite para quem curte crônicas bem-humoradas.

Em "Orfeu & Violeta" (Independente, 90 páginas, 1ª edição/2018), as histórias desses dois personagens, na crônica principal, e também de Gabriel T, Cobain (o galanteador), Fundi (o felino), Sólido (o fusca), Iracema, Angela e outros mais são a garantia de uma cativante leitura, para qualquer momento, na companhia ou não de um bom gole de café.

Na mídia

O lançamento do e-book virou notícia em vários sites (veja aqui) e jornais, incluindo o Diário do Sudoeste, de Pato Branco, onde Cardoso iniciou a carreira como jornalista. "Orfeu & Violeta" também foi divulgado no site Top Leituras e ganhou resenha na ilustríssima Acrópole Revisitada, do escritor Luigi Ricciardi, autor do romance "Os Passos Vermelhos de John"



Quero Café! Crônicas de uma saudosa redação de jornal. Autor: Luiz Fernando Cardoso
Quero Café! Crônicas de uma saudosa redação de jornal – Clique para ler!
Num tempo não muito distante, antes de o principal jornal de Maringá perder excelentes profissionais devido a salários atrasados, a redação desse periódico diário era vibrante, repleta de repórteres de todo naipe: tagarelas, rabugentos, espirituosos, sensíveis, compenetrados; sempre insatisfeitos com as fontes, com as pautas, com os editores, com a ligação telefônica que nunca completava, com a quantidade de toques para a matéria, com o café frio (ou com excesso de açúcar), com o frio do ar-condicionado...

Havia sempre algum motivo de reclamação, e o campeão da lista era o incômodo dead line (prazo limite para o repórter entregar sua matéria ao editor). "Quero Café! Crônicas de uma saudosa redação de jornal" conta, claro, alguns desses dissabores no jornalismo, mas vai muito além ao proporcionar aos leitores inúmeras alegrias de quem ama escrever, e tem a sorte de viver do que escreve.

Jornalista com mais de 15 anos de experiência em jornal impresso, Luiz Fernando Cardoso extrapola as quatro paredes daquela saudosa redação. O autor relata os bastidores de coberturas “na rua”, como na ida a um badalado show sertanejo, na aventura por trás da primeira manchete ou em algumas votações polêmicas na Câmara Municipal de Maringá.

As crônicas de "Quero Café!" (Independente, 90 páginas, 1ª edição/2018) também levarão os leitores a conhecer o universo desses jornalistas fora da redação, sem o estresse causado pelo dead line. Sim, jornalista também tem vida social, e no caso do autor e de seus colegas de redação parte das crônicas se passa em suas casas, no parque de diversões e em cafeterias da cidade, com um bom expresso para celebrar a amizade.



Nas Curvas de Maringá: Amizades e paquenas na mais bela cidade do Paraná – leia aqui
A sétima maior cidade do Sul do Brasil, com 423 mil habitantes, é palco do terceiro livro do jornalista Luiz Fernando Cardoso. Com aquele toque de humor e crítica inerente às boas crônicas, "Nas Curvas de Maringá" (Independente, 88 páginas, 1ª edição/2019) traz reflexões sobre sonhos, relações amorosas, ditados populares, frustrações da vida, crises econômicas, vícios, sexualidade e política.

Há também espaço para a eterna luta contra o peso (para alguns, beber água engorda), as teorias conspiratórias como a existência do Acre e, claro, a tietagem das musas do autor – Ana Paula Arósio, em especial. A analogia entre as curvas da cidade e as curvas femininas aparece, de forma indireta, em inúmeras partes do livro.

São 27 crônicas convidativas, sendo "Eu e Maringá" a única inédita. As demais foram publicadas, entre 2009 e 2013, no blog do jornalista. Consta da seleção a crônica "Arroz com Fungos", selecionada no 3º Concurso Literário Conto Brasil – Minicontos e publicada pela Editora Trevo, em agosto de 2019, na antologia "Conto Brasil" (Vol. 3).



Sismmar 30 anos de Luta! – Autor: Luiz Fernando Cardoso
Clique aqui para ler (gratuito)
Organizados por meio da Associação dos Professores Municipais de Maringá, em 1987, quando a sindicalização ainda não era permitida, os servidores municipais já se articulavam para criação de um sindicato que lutaria pelos interesses de toda a categoria. Aquele desejo inicial pôde se tornar realidade após a promulgação da Constituição Cidadã, em 5 de outubro de 1988.

Os servidores não perderam tempo. Menos de dois meses depois, em 28 de novembro de 1988, o Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá (Sismmar) estava criado. A assembleia de fundação foi realizada no auditório Joubert de Carvalho, no prédio da Biblioteca Municipal (à época situada na Avenida XV de Novembro, próxima ao Paço Municipal).

Os primeiros anos foram os mais difíceis. Os pouquíssimos recursos, o pequeno número de filiados e a inexistência de uma sede própria, no entanto, não impediram o novo sindicato de mobilizar a categoria para as lutas. Em 1989, a primeira greve, deflagrada pela reposição salarial em tempos de inflação galopante, ajudou a legitimar o Sismmar, que apenas naquela greve viu o número de filiados saltar de 150 para 1.800.

Ao longo de três décadas, cada uma das gestões dos quatro presidentes homens e das cinco presidentes mulheres deixou sua importância colaboração no belo histórico de lutas do Sismmar. Muitas greves e mobilizações foram realizadas, fortalecendo ainda mais a entidade sindical que, atualmente, conta com mais de 5.000 filiados, uma sede própria e toda a estrutura para a defesa da categoria.

"Sismmar 30 anos de Luta!" (Sinergia Casa Editorial, 98 páginas, 1ª edição) registra para a posteridade essa rica história. Com coordenação geral de Iraídes Baptistoni, então presidente do Sismmar, o livro teve redação, pesquisa e revisão do jornalista Luiz Fernando Cardoso, com projeto gráfico de Carlos Alexandre Venancio. 



Publique seu e-book na Amazon

O editor do Café trabalha também com a edição e publicação de e-books para Kindle, na Amazon. Você tem uma história bacana e quer publicá-la num e-book, mas não sabe como? Entre em contato com o jornalista pelo 44 98826-1221 ou pelo e-mail cafecomjornalista@gmail.com e faça uma cotação para a revisão, edição e publicação da sua obra.  


>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 


0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista