"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Fake news sobre fraude eleitoral cresce 56% no Facebook e 72,4% no YouTube

14/12/2020_

Café com Jornalista, com assessorias – Uma comparação entre as Eleições 2020 e pleitos anteriores, feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em cooperação com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), revela uma preocupante disparada das fake news no país. O estudo apontou para um considerável aumento de conteúdos no Facebook e no YouTube tratando de supostas fraudes nas urnas eletrônicas e de manipulação das eleições.

Livro "Fake News e Eleições – O Guia Definitivo" recomenda a Verifact Tecnologia. Café com Jornalista
Livro "Fake News e Eleições – O Guia Definitivo" recomenda a Verifact Tecnologia – Imagem: Divulgação
Segundo pesquisadores da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da FGV, foram analisadas 101.509 publicações feitas no Facebook e 2.033 no YouTube. De janeiro a setembro de 2020, as publicações abordando as supostas fraudes cresceram 56% no Facebook e 72,4% no YouTube na comparação com o ano todo de 2018.


Diante da nocividade que as fake news representam para as eleições e para a própria democracia, experts no assunto têm apresentado mecanismos para combater o mal da desinformação. O mais recente deles é o livro "Fake News e Eleições – O Guia Definitivo" (Editora Juspodivm, 304 páginas).

Com pesquisa e redação dos renomados autores Higor Vinicius Nogueira Jorge, Hélio Molina Jorge Júnior, Kayki Novais e Ricardo Magno Teixeira Fonseca, o livro já é considerado leitura imprescindível para os profissionais – do meio jurídico ou não – envolvidos nos pleitos eleitorais.


O guia traz informações sobre técnicas para o enfrentamento da desinformação e para a remover o conteúdo falacioso. Os autores também recomendam ferramentas robustas e eficientes no combate às fake news, como a Verifact Tecnologia – citada com destaque no capítulo "Remoção de conteúdo ofensivo".

"A Verifact é uma plataforma on-line que permite a captura e preservação técnica de fatos ocorridos no ambiente on-line acessados através de websites, automatizando práticas comuns na área forense digital e medidas técnicas efetivas contra fraude e manipulação no processo de registro. A ferramenta possui uma interface amigável e fácil, permitindo que pessoas comuns, sem um conhecimento técnico especializado, consigam operar e realizar registro de provas digitais em sites como Whatsapp Web, Facebook, Instagram, webmails etc", diz trecho no livro, na página 89.
As contrário dos prints de tela (ou screenshots) – que são fáceis de produzir, mas igualmente fáceis de falsificar e difíceis de periciar –, a Verifact dá confiabilidade ao processo de captura de provas contra crimes digitais. Isso tudo com a vantagem de ser mais ágil e barata em relação às atas notarias dos cartórios. 

"A Verifact garante a coleta segura e efetiva de conteúdos de redes sociais, websites e aplicativos de mensagens com a devida preservação dos metadados necessários à validação da prova eletrônica", explica o advogado Walter Calza Neto, uma sumidade no assunto.
Tecnologia já aceita por juízes de cinco Estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Pernambuco – a Verifact é recomendada por advogados especializados em crimes digitais. "É uma solução imprescindível para garantir a segurança e a validade do processo penal frente à tecnologia e afastar as possíveis relativizações dos elementos informáticos", explica o advogado Spencer Toth Sydow, especialista em Direito Penal Informático.


CEO e cofundadora da Verifact, Regina Acutu lembra que o primeiro livro a recomendar a Verifact foi o "Manual de Interceptação Telefônica e Telemática" (Editora Juspodivm, 288 páginas)”. Publicado em maio de 2020, o livro tem como autores Higor Vinicius Nogueira Jorge, Adair Dias de Freitas Júnior e Oleno Carlos Faria Garzella.

Novo guia

Além de revelar as inúmeras possibilidades da utilização de ferramentas tecnológicas, como a Verifact, "Fake News e Eleições – O Guia Definitivo" apresenta um panorama de casos recentes, revelando aos leitores caminhos jurídicos para combater as notícias falsas e os conteúdos ofensivos.

Se a eleição é considerada pelo próprio TSE como a "festa da democracia", os autores ressaltam, de forma pertinente, que as fake news – propagadas de modo indiscriminado no processo eleitoral – representam um duro golpe à democracia. O novo livro, importante para combater as notícias falsas nas eleições, está à venda no site da Editora Juspodivm e nas principais livrarias. 


>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 

Anunciada como 'uma das grandes obras de 2021', veja como ficará a Rodoviária de Maringá após reforma

14/12/2020_

Café com Jornalista – Anunciada como uma das grandes obras da Prefeitura de Maringá para 2021, a reforma do Terminal Rodoviário Vereador Dr. Jamil Josepetti já está com verba assegurada, faltando agora a assinatura da ordem de serviço. A reforma da área de 18 mil metros quadrados custará R$ 8,9 milhões.

Veja algumas imagens do projeto compartilhadas pelo prefeito Ulisses Maia (PSD).







Inaugurada em 1998, a rodoviária maringaense tem um fluxo anual de mais de 1,4 milhão de passageiros, entre embarques e desembarques. De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur, será possível conciliar as obras com a manutenção dos serviços. "A reforma será feita com a rodoviária operando", diz.


Segundo Ulisses, a reforma vai proporcionar "melhorias no fluxo de passageiros, acessibilidade, climatização, elevadores, parte elétrica, hidráulica e logística". Um novo novo acesso de ônibus será construído na Avenida Tuiuti, com nova entrada para pedestres pela Avenida Centenário.  

A passarela será mantida no projeto, que prevê ainda melhorias nos banheiros; mudanças no sistema de embarque e desembarque, com catracas eletrônicas; modernização dos guichês; e licitação de novos espaços comerciais, num segundo momento. No entanto, não ficou claro se as antigas rampas de concreto, que ocupam grande espaço no terminal, serão demolidas.  



Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 

Google fica fora do ar e preocupa usuários no mundo todo

14/12/2020_

Café com Jornalista – O Google ficou fora do ar no mundo todo, na manhã desta segunda (14), causando preocupação em usuários, especialmente aqueles que precisam das ferramentas da gigante da internet para trabalhar. As queixas sobre instabilidade no Google começaram por volta das 8h30, com a situação sendo normalizada uma hora depois.

Gmail, YouTube, Maps e Drive foram alguns dos serviços que apresentaram problemas. Café com Jornalista
Alguns dos serviços do Google que apresentaram problemas nesta segunda (14) – Imagem: DownDetector/Divulgação
De acordo com o site Tecnoblog, os principais serviços do Google ficaram fora do ar foram: Gmail, YouTube, Maps, Drive, Docs, Play Store, Agenda (Calendar), Fotos, Classroom (Sala de Aula). "No DownDetector, as queixas começaram a se acumular por volta das 9h, horário de Brasília", reportou o Tecnoblog.


No Gmail, muitos internautas ficam assustados com a mensagem de conta inexistente ou não localizada, mesmo com a digitação de login e senha corretamente. O Blogger – utilizado na publicação do Café – ficou inacessível por mais de meia hora. Várias ferramentas davam "erro 500". 

Nas redes sociais, ficou evidente se tratar de um problema global. O assunto Google chegou ao topo do trending topics mundial do Twitter. Em Portugal, o jornalista Paulo Querido disse nunca ter visto vários serviços do Google fora do ar ao mesmo tempo. "Desde a fundação do Google em 1998 que a uso, e nunca vi uma coisa assim", comentou o jornalista, em seu perfil no Facebook. 



Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.