"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Maringá se prepara para comprar vacina contra a covid-19, diz o prefeito Ulisses Maia

07/12/2020_

Exclusivo para o Café com Jornalista – Na mesma linha de Curitiba, a Prefeitura de Maringá também se prepara para adquirir vacinas contra a covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus. A informação foi dada ao Café, com exclusividade, pelo prefeito Ulisses Maia (PSD).

Maringá vai comprar vacina contra a covid-19, diz o prefeito Ulisses Maia. Café com Jornalista
O prefeito reeleito de Maringá, Ulisses Maia (PSD) – Foto: Divulgação/CMM
A aquisição do imunizante vai ocorrer, diz Ulisses, independentemente das compras que venham a ser realizadas pelos governos federal e estadual. Segundo o prefeito, a administração já está pesquisando a forma jurídica mais adequada de fazer a compra da vacina.

"Eu já tinha falado para o nosso pessoal trabalhar nisso [estudos para a compra da vacina], antes mesmo de sair essa notícia de Curitiba", afirma Ulisses.

O prefeito de Maringá se refere à notícia do dia no Paraná. Na tarde desta segunda, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), anunciou que comprará doses da Coronavac – vacina desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac. A confirmação foi dada após conversa por telefone entre Greca e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

"Ele [Doria] acaba de me ligar e assegurar que está reservada uma parte das vacinas para os profissionais de Saúde de Curitiba no começo do ano que vai nascer", afirmou Greca, em vídeo – veja mais no Paraná Portal.  

O governo paulista informou que pretende oferecer ao menos 4 milhões de doses da vacina a outros Estados. Em São Paulo, Doria garantiu que iniciará a vacinação em 25 de janeiro.

No entanto, ainda não está certo quanto dessa remessa será destinada a Curitiba nem quanto a capital paranaense terá de desembolsar. O que está confirmado é que o Instituto Butantan, de São Paulo, produzirá a vacina em parceria com a Sinovac.

Ulisses não antecipa qual vacina a Prefeitura de Maringá pretende adquirir, porém, não descarta que possa ser a Coronavac. "Sobre a marca, vai depender das questões jurídicas", antecipa o prefeito reeleito de Maringá.




Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 

Cafeinado: 'Véio da Havan' peita decreto em Maringá e tem loja interditada por sete dias

07/12/2020_

Café com Jornalista – O empresário Luciano Hang, mais conhecido nas redes sociais como "Véio da Havan", teve mais um revés em Maringá ao peitar decreto municipal da covid-19. Desta vez, a loja da Havan anexa ao shopping Avenida Center foi interditada por sete dias. A informação é do portal Maringá News, do jornalista Angelo Rigon.

A Havan já havia sido interditada pela fiscalização municipal, por 72 horas, ao ser flagrada funcionando normalmente no sábado (5). De acordo com o decreto vigente, tanto os shoppings quanto o comércio de rua estão proibidos de funcionar nos fins de semana, até 13 de dezembro.

A interdição da Havan viralizou nas redes sociais, no sábado (5). Café com Jornalista
A interdição da Havan viralizou nas redes sociais, no sábado (5)

Liminar

Ao contrário de grandes redes de hipermercados, que obtiveram liminares para não respeitar determinados trechos do decreto vigente (como o da chamada "lei seca"), a Havan optou por abrir as portas no sábado mesmo sem amparo judicial. Considerando a primeira punição, de 72 horas, a megaloja precisaria permanecer fechada nesta segunda (7).

Chorou?

O Café não conseguiu confirmar qual foi de fato a reação de Hang diante do revés em Maringá. Pelo perfil do empresário, ele deve ter ficado furioso, chamando o prefeito de Maringá de "comunista". De acordo com o Blog do Esmael, o "Véio da Havan" chorou ao ser informado sobre a primeira interdição – leia aqui.

Protesto

Na sexta-feira (4), funcionários de shoppings – a maioria da Havan – fizeram protesto diante da Prefeitura de Maringá contra o fechamento do comércio nos fins de semana. Não se sabe se os funcionários aderiram à manifestação por livre e espontânea vontade ou se houve algum tipo de coação para a adesão.

Preocupação

Os comerciantes estão precupados. O mês de dezembro é o mais importante do ano para quase todas as atividades comerciais. Alguns empresários, chegam a falar no risco de demissões. "O único lockdowon no comércio, nos fins de semana, foi na cidade de Maringá", disse Luciano Hang à rádio CBN Maringá.  

Riscos

Maringá vive um novo pico da covid-19. A situação é preocupante, a ponto de muitos especialistas questionarem se as medidas dos últimos decretos não deveriam ter sido tomadas antes mesmo do término das eleições. Sem qualquer medida restritiva – já que por bom senso o povo não ajuda –, a cidade não tardaria a ficar sem leitos para tratar dos doentes. Em Maringá, a covid-19 já causou 221 óbitos.

Charge


Conveniências do poder

Poucos trechos da Constituição Federal de 1988 são tão claros quanto seu artigo 57, parágrafo 4º, que diz que é "vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente”, em se tratando da eleição para os membros das Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. O caso foi parar no Supremo e, pasmem, teve ministro interpretando a reeleição de Rodrigo Maia (Câmara) e Davi Alcolumbre (Senado) como constitucional, apesar da clareza retumbante da Carta Magna. Uma vergonha.


>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", inf

STF decide que reeleição dos presidentes da Câmara e do Senado é inconstitucional

07/12/2020_

Agência Brasil – O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no fim da noite deste domingo (6), durante sessão de julgamento em plenário virtual, que os atuais presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); e do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP); não podem disputar a reeleição na mesma legislatura.

Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. Foto Agência Brasil. Café com Jornalista
Votação final ficou em 7 a 4 contra a Maia e 6 a 5 contra Alcolumbre – Foto: M.Camargo/Agência Brasil
Os últimos votos foram dos ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Luiz Fux. Todos tiveram entendimento contrário ao voto do relator Gilmar Mendes, e decidiram pela inconstitucionalidade da reeleição de Maia e Alcolumbre.


No entendimento do relator, Maia e Alcolumbre poderiam se reeleger, mas deveria haver uma regra para que fosse permitida apenas uma recondução. Ele foi seguido pelos ministros Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski. Nunes Marques acompanhou o relator, mas em relação à candidatura de Alcolumbre.

Fachin, Barroso e Fux seguiram os votos das ministras Carmen Lúcia e Rosa Weber e do ministro Marco Aurélio Mello, contrários à reeleição. Ao proferir seu voto, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, disse que a norma constitucional "impede a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente a do primeiro ano da legislatura".


Supremo Tribunal Federal (STF). Café com Jornalista
STF, em Brasília – Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Segundo Fux, "não há como se concluir pela possibilidade de recondução em eleições que ocorram no âmbito da mesma legislatura sem que se negue vigência ao texto constitucional".

Resultado final

Como o ministro Nunes Marques votou contrário à candidatura da reeleição de Rodrigo Maia, na mesma legislatura, para a presidência da Câmara; e a favor da candidatura de Davi Alcolumbre, para o Senado; o placar final da votação, em sessão de julgamento no plenário virtual, ficou em 7 votos a 4 contra a Maia e 6 a 5 contra Alcolumbre.


A votação foi para decidir sobre Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIn) impetrada pelo PTB. Nela, o partido pedia para que fosse proibida a recondução dos presidentes das casas legislativas do Congresso Nacional.


>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.