"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

terça-feira, 30 de junho de 2020

Para conter avanço da covid-19, Ratinho Junior anuncia quarentena em 134 cidades

30/06/2020_

Com AEN – O governador Ratinho Junior (PSD) anunciou, nesta terça (30), uma série de medidas mais rigorosas para conter a evolução da pandemia do novo coronavírus no Paraná. O anúncio ocorre no dia em que o Estado registrou recorde de 1.536 novos casos e 36 mortes por covid-19 (doença respiratória causada pelo coronavírus). 

As medidas preventivas adotadas pelo governo do Estado constam do Decreto 4.942/2020, que entra em vigor nesta quarta-feira (1º). São obrigadas a seguir os parâmetros mais rígidos de controle da circulação de pessoas e de funcionamento de atividades econômicas as 134 cidades compreendidas pelas regionais de saúde de Cascavel, Cianorte, Cornélio Procópio, Região Metropolitana de Curitiba, Londrina, Foz do Iguaçu e Toledo.


As medidas, explicou Ratinho Junior, são necessárias para interromper a progressão acelerada das notificações e de mortes decorrentes da covid-19. A inclusão das sete regionais leva em conta um cálculo epidemiológico que considera a taxa de incidência por 100 mil habitantes, o número de mortes pela mesma faixa populacional e a ocupação de leitos de UTI nas quatro macrorregionais de Saúde (Leste, Oeste, Norte e Noroeste).

A principal medida é a suspensão das atividades não essenciais por 14 dias, prazo que poder ser prorrogado por mais sete dias. Segundo o decreto, haverá avaliações periódicas da continuidade das medidas depois do início da vigência, levando em consideração a evolução dos casos e critérios técnicos e científicos.

A regra se aplica também a shoppings centers, galerias comerciais, comércio de rua, feiras livres, salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, academias, clubes, bares e casas noturnas. Restaurantes e lanchonetes poderão atender somente no sistema drive-thru, delivery ou take away (retirada no balcão). O funcionamento do sistema buffet nas empresas deverá ser revisto ou suspenso para evitar a circulação do vírus.


O governador informou que os municípios abrangidos pelo decreto concentram 75% dos casos de infecção registrados no Paraná. "Reforçamos a estrutura de atendimento, contratamos mais profissionais, compramos equipamentos, mas isso tudo é finito. Nesse momento de curva mais ascendente, e diante do inverno, temos que reativar o isolamento social para que esse sistema não colapse", afirmou Ratinho Junior.

Não é lockdown

O governador frisou que o Paraná não está em lockdown (confinamento). Das 22 reginais de Saúde, por exemplo, 15 não estão inseridas no Decreto 4.942/2020. Para cidades como Maringá, em que os dados da covid-19 são um pouco menos preocupantes, as medidas previstas no decreto servem como orientações (e não determinações).

"É uma quarentena mais restritiva em algumas regiões onde a curva está fora do controle normal. Nossas decisões serão pontuais e regionais, um trabalho de acupuntura. Se conseguirmos frear a velocidade da propagação, teremos tranquilidade para atender bem a população e não colapsar", disse o governador Ratinho Junior.

Outras regionais de Saúde poderão ser alvo de medidas similares, a depender da evolução dos casos e do cálculo epidemiológico. O Governo do Estado também pode editar normas específicas para atividades econômicas nas quais surjam focos da doença.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Motoristas do transporte público de Maringá e região aprovam acordo coletivo em assembleia

30/06/2020_

Do Sinttromar – Os trabalhadores das empresas TCCC (concessionária do transporte coletivo urbano) e Cidade Verde (transporte metropolitano) aprovaram, por unanimidade, a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). A decisão foi tomada na assembleia do último dia 22, em votações ocorridas em quatro horários.

Assembleia do Sinttromar. Café com Jornalista
Presidente Ronaldo na assembleia, que respeitou o distanciamento social – Foto: Emerson Viana Silva/Sinttromar
Realizada pelo Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar), a assembleia deliberou sobre outras três pautas, igualmente aprovadas por unanimidade: Abertura nas negociações salariais; Garantia do pagamento da Participação dos Lucros e/ou Resultados (PLR); Melhorias nas condições de saúde e segurança da categoria.


Na proposta para o ACT, aprovado pela categoria, o Sinttromar cobra das concessionárias do transporte público a manutenção dos direitos adquiridos, como a jornada única nos sábados, domingos e feriados (conhecido como “uma pegada só”); o vale-alimentação e o ticket; cesta básica; além do PLR.

As empresas usam a crise causada pelo novo coronavírus (covid-19) para alegar que não há condições de manter esses benefícios. No entendimento do Sinttromar, TCCC e Cidade Verde querem que o trabalhador pague a conta da crise. "Quando o assunto é lucro, os empresários não querem dividir com a categoria", diz o dirigente sindical Emerson Viana Silva.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Câmara de Maringá adia votação da LDO 2021 por uma sessão

30/06/2020_

Principal item da pauta da sessão ordinária da Câmara de Maringá, nesta terça (30), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021 teve sua votação adiada para a sessão de quinta. A LDO define metas da administração municipal para o ano seguinte.

Última sessão da Câmara de Maringá em junho. Café com Jornalista
Sessão da Câmara de Maringá nesta terça (30) – Reprodução TV Câmara
Um dos anexos da LDO, a planilha de metas fiscais (valores a preços correntes) prevê uma receita total de R$ 1,742 bilhão. A soma representa uma queda de 3% na comparação com a LDO 2020, que previa receita de R$ 1,795 bilhão. Por conta da crise causada pela pandemia do novo coronavírus, a receita prevista não deve se consolidar.

 Ministro do currículo fake também não tem pós-doutorado 
 Golpista que clonou celular de fotógrafo leva trote no zap

O valor de R$ 1,742 bilhão representa a soma das receitas correntes (impostos, taxas, contribuições de melhorias etc), de capital (operações de crédito e outros) e intraorçamentárias. Veja mais sobre a Lei Ordinária 15.600/2020 (LDO 2021).

Líder do prefeito na Câmara, Alex Chaves (MDB) solicitou a retirada da LDO da pauta por uma sessão, por conta de uma emenda apresentada pelo vereador Jean Marques (Pode). "A emenda precisa ser analisada com mais calma, porque há alguns pontos de divergência com o Executivo. Preciso sanar esses pontos para os vereadores votarem", explicou Chaves ao Café.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Cafeinado: Ministro do currículo fake também não tem pós-doutorado; e graduação, já checaram?

30/06/2020_

Ao ter seu título de doutor desmentido pela Universidade Nacional de Rosário, da Argentina, o novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, assistiu a uma verdadeira devassa em seu currículo na Plataforma Lattes. Com a suspeita de que essa goiaba poderia ter mais de um bicho, a imprensa cumpriu seu papel ao investigar a veracidade das informações apresentadas pelo ministro.

Nesta segunda (29), em resposta a alguns veículos de comunicação, a Universidade de Wuppertal informou que Decotelli não possui título algum na institução. No entanto, o Lattes do ministro informava que ele era pós-doutor por aquela universidade alemã. O CV foi alterado após esse bafão.

Fato

A informação oficial da instituição alemã é que Decotelli esteve na instituição por apenas três meses, e não por dois anos, como constava do currículo do novo ministro. Além disso, perguntada pela Folha de S.Paulo sobre por que não checou as credenciais acadêmicas de Decotelli, a Universidade de Wuppertal respondeu que "ele não era um pesquisador de pós-doutorado na nossa universidade".


Doutorado fake

Após ser desmentido pela Universidade de Rosário, na sexta (26), Decotelli editou seu currículo Lattes, informando ser "doutor" sem defender tese, pois já teria concluído "todos os créditos". No universo acadêmico, isso não existe. Quem não passa pela banca não é doutor, assim como quem cursou 90% de uma faculdade de Medicina não é 90% médico. Só na segunda (29) o novo ministro retirou do currículo seu doutorado fake

Mestrado

Pensou que isso era tudo? Pensou errado! Há suspeitas de plágio no mestrado de Decotelli sobre o Banrisul. Na dissertação, defendida em 2008, há trechos idênticos ao de um relatório da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), de 2007, sem qualquer referência bibliográfica. De acordo com levantamento do professor Thomas Conti, do Insper, os trechos idênticos ao da CVM correspondem a 12,6% do trabalho de Decotelli.

Graduação

O mestrado em Administração de Decotelli foi feito na Fundação Getúlio Vargas (FGV), que diz que irá apurar a suspeita de plágio. Considerando os problemas todos no currículo do novo ministro, não se surpreenda se aparecerem inverdades na graduação em Ciências Econômicas e na especialização em Administração Financeira. 

Decotelli x Weintraub

O governo federal adiou a posse de Decotelli no Ministério da Educação. Ele foi nomeado, mas ainda não foi empossado. Apesar das inverdades no Lattes, Decotelli ainda é uma opção muito menos prejudicial ao país do que seu antecessor, Abraham Weintraub, o olavista que participava de atos antidemocráticos pelo fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).   


Charge das pragas. Café com Jornalista

Charge

A pertinente charge cita três pragas atuais: coronavírus, gafanhotos e o laranjal. No Twitter, há internautas dizendo que o chargista se esqueceu de outras duas pragas: as fake news e uma outra que, recentemente, fugiu corrido do Brasil para os Estados Unidos.

Responsabilidade

Há um risco na notícia da entrega de 20 respiradores do Ministério da Saúde para o Hospital Municipal de Maringá (leia aqui). O risco mora num relaxamento da população diante do aumento de leitos de UTI para a covid-19. Se medidas de distanciamento social e o uso de máscara não forem levados a sério, não haverá respirador disponível para dar conta.

Praças

Completamente revitalizada, a Praça Rocha Pombo foi entregue à população na ultima sexta (26), sem solenidade, por conta da chuva. O ato inaugural será realizado nesta terça, às 17h30. Amanhã, será a vez de outra praça concluída, a Farroupinha, no Jardim Alvorada, que deve ser entregue no mesmo horário. Os eventos são aceitáveis, desde que seja respeitado o distanciamento social e demais medidas preventivas contra o coronavírus.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Menores bêbados 1

A Câmara de Maringá aprovou na sessão de quinta (25), em primeira discussão, projeto de lei que obriga os hospitais públicos e privados de notificarem ocorrências de uso de bebida alcoólica e/ou entorpecentes por menores de 18 anos de idade. A comunicação deverá ser feita aos conselhos tutelares e ao Ministério Público.

Menores bêbados 2

De autoria do vereador Carlos Mariucci (PT), o projeto foi aprovado por 12 votos. Não teve unanimidade porque alguns vereadores entendem que essa notificação obrigatória pode colocar a vida dos adolescentes em risco. Numa situação de coma alcoólico, por exemplo, a procura pelo atendimento médico talvez deixe de ocorrer pelo medo da punição. 

Mariucci

Segundo o autor, o objetivo é promover os cuidados socioeducacionais à criança ou adolescente, com proteção da inviolabilidade do menor de idade e sua família, restringindo a documentação à equipe médica, técnica e administrativa envolvida no caso. Os hospitais que descumprirem a lei poderão receber multa de R$ 10 mil.

Wuppertal

Em homenagem ao novo ministro da Educação, fechamos a coluna com um vídeo da bela Wuppertal, cidade alemã que é famosa por seu transporte público, com um monorail suspenso sobre um rio e ruas.

Monorail de Wuppertal. Café com Jornalista




>>> Saiba mais sobre o colunista
>>> Veja os destaques dos demais colunistas


>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Câmara vota em segunda discussão ajuste nas obrigações de 'fazer e não-fazer'; assista

30/06/2020_

A Câmara de Maringá vota nesta terça (30), última sessão ordinária do mês, seis projetos de lei e 15 requerimentos. Entre os itens da pauta, será apreciado em segunda discussão o Projeto de Lei Complementar 1.977/2020, que ajusta as obrigações de "fazer e não-fazer" dos maringaenses em razão do interesse público.


A alteração da lei permitirá ao contribuinte, por exemplo, regularizar a situação de um terreno que necessita de roçada ou adequação de uma calçada pública sem tomar uma multa de largada. Segundo o autor da proposta, Mário Hossokawa (PP), os fiscais do município deverão conceder um prazo para a regularização após a expedição da notificação.


Presidente da Câmara, Hossokawa diz que, atualmente, a pessoa que tem obrigação de fazer determinada melhoria em sua propriedade recebe a notificação, que vem acompanhada de multa. Mesmo que a regularização seja feita conforme determinado pela fiscalização, o munícipe ainda precisa pagar 50% da multa.

“É bastante oneroso esse processo. Com a lei complementar que estamos propondo, as relações entre contribuinte e Prefeitura ficarão mais justas”, diz Hossokawa.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.