"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Após funcionário ser infectado, Correios informa em nota sanitização do prédio na Avenida Mauá

24/06/2020_

Repercutiu a notícia de que uma unidade dos Correios foi fechada, nesta quarta (24), após um funcionário testar positivo para o novo coronavírus (covid-19). O trabalhador, com mais de 50 anos, é lotado no CDD Aeroporto, unidade resposável por envelopes que fica no prédio da Avenida Mauá, 2.276.

Correios. Café com Jornalista
Correios envio nota à imprensa após o fechamento de unidade se tornar público
Em nota enviada à imprensa, os Correios informaram que estão acompanhando a situação de saúde dos seus empregados, prestando o apoio necessário, além de garantir o funcionamento das atividades operacionais. O protocolo inclui a sanitização dos ambientes e o afastamento imediado da pessoa infectada ou com suspeita de ter contraído o coronvaírus.

Segue trecho da nota:

"O centro de distribuição da empresa localizado na Avenida Mauá, Zona 3, em Maringá, está passando por sanitização hoje (24) e as atividades serão retomadas na unidade nesta quinta-feira (25). O serviço foi direcionado para os outros centros no município, sem prejuízo à população.
 
Seguindo o valor institucional de respeito às pessoas, os Correios não fornecem ou expõem informações relacionadas ao efetivo, pois geram, de maneira desnecessária, insegurança a população e aos empregados. Eventualmente, tais dados podem ser repassados apenas à autoridade médica dos órgãos responsáveis pelo monitoramento da situação de emergência e saúde pública."

Interesse público

Ao cumprir seu papel jornalístico, o Café divulgou o fechamento do CDD Aeroporto por classificar o fato como de interesse público. Num primeiro momento, segundo informações repassadas em off por três funcionários, apenas aquela unidade do trabalhador com covid-19 seria desinfectada.


O problema é que o prédio na Maurá conta com outras duas unidades: o setor administrativo e o CEE, que trabalha com encomendas. No prédio, funcionários das três unidades compartilham áreas em comum, fato que justifica a preocupação externada pelos trabalhadores.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Com a exposição do assunto na imprensa, a empresa decidiu ampliar a desinfecção para todo o prédio. "Como repercutiu a história, o gerente [em Maringá] conseguiu em Curitiba a higienização do prédio todo", comentou um funcionário.

Café apurou, ainda, que lideranças sindicais se articulam para tentar a testagem dos funcionários dos Correios lotados no prédio da Mauá. Apenas com os testes será possível afastar do trabalho outros possíveis infectados. No coronavírus, como já é de conhecimento público, parte dos contaminados – em especial os mais jovens – permanecem assintomáticos.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Clubes de Rotary repassam equipamentos à Santa Casa de Maringá para combate à covid-19

24/06/2020_

Com assessoria – A luta contra a covid-19 ganhou, nesta quarta (24), um importante reforço. Por meio de um projeto viabilizado pela Fundação Rotária, os 15 clubes de Rotary de Maringá entregaram à Santa Casa equipamentos para o combante à doença causada pelo novo coronavírus.

Repasse do Rotary à Santa Casa de Maringá – covid-19. Café com Jornalista
Repasse dos clubes de Rotary à Santa Casa de Maringá ocorreu na Casa da Amizade, na manhã desta quarta (24) – Foto: Bruno Camolezi/RC Maringá Leste
O repasse ocorreu na Casa da Amizade, pela manhã, com a presença dos presidentes dos clubes de Rotary da cidade. O evento também contou com a presença do superintendente administrativo do hospital, José Pereira. Foi respeitado o distanciamento social, e todos os presentes usavam máscara.


O Projeto Covid-19 repassou à Santa Casa de Maringá os seguintes equipamentos: 50 óculos de proteção, 2.000 propés descartáveis brancos 20G, 2.000 máscaras descartáveis de proteção fácil tripla com elástico, mil toucas descartáveis brancas, 240 testes de covid-19, mil aventais cirúrgicos GG, mil máscaras respiratórias 9320+BR 3M, 400 máscaras N95, um vedeolaringoscópio impresso em 3D com câmera sonda, um laringoscópio e um eletrocardiógrafo cardiocare 2000. 

De acordo com Pereira, os produtos e novos equipamentos ajudarão a suprir a demanda de atendimentos, que aumentaram consideravelmente desde o início da pandemia. Também serão importantes para ajudar a proteger os mais de 450 médicos e 1.600 funcionários.

"Antes da pandemia, as alas do hospital eram separadas por convênios, por atendimentos pelo SUS. Agora, a separação se baseia em pacientes com e sem covid. Funcionários e médicos que trabalham na ala de pacientes em tratamento contra o coronavírus não entram na outra ala e vice-versa", explicou José Pereira. 
Ainda de acordo com o superintendente, atualmente, existe um comitê de crises na Santa Casa em razão da covid-19, o qual exige a tomada de decisões diárias diante do cenário da crise sanitária. Os esforços apenas do hospital não seriam suficientes. Pereira acrescentou que a ajuda recebida de organizações como o Rotary e de doações de empresas e pessoas físicas têm garantido a manutenção da estrutura hospitalar.


O coordenador assistente da Fundação Rotária, Renato Tavares, destacou o papel do Rotary como parceiro da Organização Mundial da Saúde (OMS) há 35 anos na luta contra a poliomielite. Nesta pandemia, os esforços das ações voluntárias do Rotary, ressaltou Tavares, foram direcionados também para a covid-19.

Também estiveram presentes no repasse de equipamentos o diretor-presidente da Santa Casa, Irmão Rafael Carregosa, representando a Congregação dos Irmãos da Misericórdia de Maria Auxiliadora, instância máxima da Santa Casa de Maringá; a gestora institucional, Maria Aparecida Bertoni Cardoso; e a coordenadora de projetos, Tisneey de Sara Gambini, responsáveis pela captação de recursos e projetos viabilizados em prol do hospital.


Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Distrito 4630

Governador 2019/2020 do Distrito 4630, Edio Martello ressaltou o papel de cada rotariano, empresas cidadãs e parceiros que contribuíram com a Fundação Rotária para que projetos como esse pudessem beneficiar vários hospitais filantrópicos da região. 

Além do hospital em Maringá, o rotariano Bruno Camolezi, do Rotary Club Maringá Leste, explica que também foram beneficiadas com doações as santas casas de Cianorte, Umuarama, Campo Morão, Paranavaí e Colorado. O valor dos equipamentos repassados a essas santas casas somam US$ 130 mil.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Carstens na CPI: "declaração de Biatto ocorreu num momento de estresse excessivo"

24/06/2020_

Criada para investigar contratos da Secretaria de Saúde de Maringá nos últimos 12 meses, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia sabatinou, nesta terça (23), o secretário de Patrimônio, Compras e Logística (Sepat), Paulo Sérgio Carstens. A reunião foi realizada no plenário da Câmara Municipal, com transmissão pelo YouTube.

Secretário Paulo Sérgio Carstens. Café com Jornalista
Secretário Paulo Sérgio Carstens – Foto: Reprodução/TV Câmara
A sabatina com Carstens começou com o relator Sidnei Telles (Avante) lendo transcrições de falas do secretário Jair Biatto (Saúde) numa reunião do grupo de compras emergenciais da covid-19. Declarações de Biatto naquela reunião e também em sessão da Câmara resultaram na abertura da CPI.

"Desde que eu estou na Prefeitura, vou ser bem sincero, há quatro anos, tudo o que o município compra, por ser licitado, é duas ou três vezes mais caro que o privado. Isso é a realidade de qualquer prefeitura", disse Biatto, em declaração relembrada por Telles na CPI.
Todos os membros da comissão puderam fazer perguntas. Nos questionamentos, foi destacado que a fala de Biatto se referia a "tudo o que o município compra", não se limitando à área da Saúde. "Lá atrás, mostramos que um tubo de coleta de sangue era três vezes mais [caro] pago pelo município que pela rede privada. O valor do antibiótico também é assim", disse Biatto, em outra fala lida por Telles.

Carstens classificou Biatto como "uma pessoa extremamente idônea", dizendo acreditar que a fala do secretário de Saúde ocorreu num momento de estresse em meio a uma crise sem precedentes. "Uma crise dessa magnitude gera para o administrador da crise um estresse excessivo", disse o sabatinado.

Na sequência, o secretário da Sepat contestou a declaração de Biatto de que o município paga até três vezes mais que a iniciativa privada por determinados produtos. "Todas as compras seguem critérios rígidos de cotação e de banco de preços", disse Carstens. "São pouquíssimos medicamentos que nós pagamos a mais, e esses que pagamos a mais são insignificantes", acrescentou.

Na opinião de Carstens, a CPI não deveria ter sido instaurada. Ele argumentou que a fala de Biatto não será comprovada pelo fato de não ser verídica. Sobre as compras na pandemia, o secretário informou que, de fato, os preços aumentaram por conta de um oportunismo do mercado, mas que essa alta exorbitante dos preços ocorreu para todos, tanto para o poder público quanto para a iniciativa privada.

Veja aqui como foi a sabatina, na íntegra. 

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Sobre a CPI

Biatto terá sua chance de se explicar à CPI. Segundo o presidente da comissão, Flávio Mantovani (Rede), uma sabatina com o secretário de Saúde está prevista para um segundo momento. Os trabalhos seguirão, agora, com a análise de documentos repassados pelo Observatorio Social de Maringá (OSM) e pela Prefeitura. Mais de 900 processos de compras da Saúde serão revisados.

Além de Mantovani e Telles, são membros da CPI da Pandemia os vereadores Mário Verri (PT), Alex Chaves (MDB) e Chico Caiana (PTB). A CPI tem o prazo de 90 dias, prorrogáveis por 45, para concluir os trabalhos, apontando possíveis irregularidades. 

 Maringá bate recorde de novos casos de covid-19 em 24h



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Correios fecha unidade de Maringá após funcionário testar positivo para covid-19

24/06/2020_

Uma das unidades dos Correios em Maringá foi fechada, nesta quarta-feira (24), após um funcionário testar positivo para o novo coronavírus (covid-19). Trata-se de um homem com mais de 50 anos. A informação não é oficial, mas foi confirmada ao Café por três funcionários da empresa pública.

Prédio dos Correios na Avenida Mauá. Café com Jornalista
Prédio dos Correios na Avenida Mauá – Foto: Google Street View
O Café apurou que a gerência local aplicou o protocolo dos Correios, isolando o ambiente de trabalho para desinfecção. O problema é que essa unidade fica no prédio dos Correios na Avenida Mauá, onde funcionam outras unidades, que seguem abertas, o que deixou os funcionários alarmados.


"Está todo mundo bem triste, porque a gente não acha que os Correios estão tomando as devidas providências. Aquele prédio é bem grande, tem várias unidades, todo mundo tinha contato com todo mundo e todos usavam os mesmos banheiros", relatou um funcionário.
O prédio situado na Avenida Mauá 2.276 conta com três unidades. O CDD Aeroporto, responsável por envelopes, atende uma região da cidade, foi fechado. Permanecem abertos o setor administrativo e o CEE, que trabalha com encomendas. 

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Um funcionário comentou que a chefia dos Correios já estaria procurando um novo local, provisório, para realizar os trabalhos caso todo o prédio da Mauá precise ser interditado temporariamente para desinfecção. Assim, as entregas de encomendas essenciais seriam garantidas.


Com receio de alguma retaliação, os três funcionários aceitaram falar sobre o assunto, desde que fosse garantido o anonimato. O Café tenta agora uma nota oficial dos Correios sobre o assunto. O sindicato que representa os funcionários também será ouvido.

Nota

No fim da tarde, a assessoria de imprensa dos Correios no Paraná enviou nota ao Café, informando sobre a decisão de sanitizar todo o prédio da empresa na Avenida Mauá. O funcionário contaminado, ainda segundo a nota, terá todo o acompanhamento necessário. Leia mais aqui



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.