"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Cafeinado: Bolsonaristas atacam China e Doria 'comunista' após anúncio de vacina

11/06/2020_

O Brasil teve neste feriado de Corpus Christi uma excelente notícia sobre o combate ao novo coronavírus: São Paulo firmou parceria com laboratório chinês para produzir uma vacina contra a covid-19, doença respiratória que já tirou a vida de mais de 40 mil brasileiros. Em tese, a notícia deveria agradar a todos, mas não foi isso que aconteceu.

Minions atacam vacina anunciada por Doria. Café com Jornalista

No Twitter, bolsonaristas se apressaram em subir a hashtag "vacinachinesaNAO", por meio da qual atacaram o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), rival político do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Além do "comunista" Doria, não faltaram mensagens preconceituosas contra a China.


Surreal

Uma seguidora questionou em tuíte se a vacina não precisaria ser autorizada pelo Ministério da Saúde e se Bolsonaro autorizaria isso. "Fiquem a vontade quem quiser ser cobaia de comedor de cachorro, eu tô fora", disse outro internauta.

Preconceito

Os ataques também partiram de seguidores populares do presidente. Um deles, com mais de 408 mil seguidores, disse que não tomará a vacina. "Vacina chinesa para vírus chinês? Tô fora". Essa postagem preconceituosa recebeu 275 comentários e 5.800 mil curtidas.

Bolsonaristas atacam a vacina. Café com Jornalista
Dois entre milhares de tuítes preconceituosos

Terraplanistas

Pelo conteúdo de alguns tuítes, é possível notar que as ofenças partiram também de terraplanistas, ou seja, pessoas com total aversão à ciência. Nesse ponto, as críticas fazem sentido. Terraplanistas também costumam questionar a eficácia das vacinas, qualquer que seja a doença a ser imunizada.


Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Mortes

Terceiro país no mundo em número de mortes, o Brasil registrou nesta quinta (11) mais 1.261 óbitos causados pela covid-19. Com um total de 41.058 vidas perdidas, o país está a um passo de superar o Reino Unido, com 41.364 óbitos pela doença.

Casos

Em relação ao contágio, o Brasil somou 30.465 novos casos confirmados da doença, totalizando agora 805.649 pessoas infectadas. O levantamento dos casos e das mortes é do consórcio de veículos de comunicação, baseado em dados das secretarias estaduais de Saúde.

Trânsito

De acordo com matéria da Folha de S.Paulo, a covid-19 já matou mais brasileiros em três meses do que o trânsito ao longo de todo o ano de 2019. Foram 40.721 mortes de trânsito no Brasil, ano passado, de acordo com a Seguradora Líder - DPVAT.

Hermanos

O Brasil tem, até o momento, uma taxa de 19 vítimas fatais de covid-19 por 100 mil habitantes. Na Argentina, onde medidas de isolamento social mais rígidas foram adotadas pelo governo federal, o índice é de 1,7 morte por 100 mil habitantes. 

Meme

Ainda está dando o que falar a declaração do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre o Norte e o Nordeste brasileiro ficarem no hemisfério norte. Na internet, esse tipo de gafe não costuma ser perdoada. Virou meme.

Meme: Mossoró já se candidatou como sede das Olimpíadas de Inverno
Meme: Mossoró já se candidatou como sede das Olimpíadas de Inverno



>>> Saiba mais sobre o colunista
>>> Veja os destaques dos demais colunistas


>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

São Paulo vai produzir vacina contra o novo coronavírus, anuncia Doria

11/06/2020_

Elaine Patricia Cruz, Agência Brasil – O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta (11), por volta do meio-dia, que São Paulo vai produzir uma vacina contra o novo coronavírus. Isso será possível por uma parceria que foi firmada ontem (10) entre o Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac Biotech.

A vacina é inativada, ou seja, contém apenas fragmentos do vírus mortos ou com baixa atividade. Com a aplicação da dose, o sistema imunológico passaria a produzir anticorpos contra o agente causador da covid-19.

Doria anuncia parceria para produção vacina covid-19. Café com Jornalista
Doria no anúncio de parceria com a China: "É a ciência que vai salvar vidas"
“Hoje é um dia histórico para São Paulo e para o Brasil, assim como para a ciência mundial. O Instituto Butantan fechou acordo de tecnologia com a gigante farmacêutica Sinovac Biotech para a produção de vacina contra o coronavírus”, disse João Doria, governador de São Paulo. 
Ainda segundo o governador, a vacina do Instituto Butantan é das mais avançadas contra o coronavírus. "Estudos indicam que ela estará disponível no primeiro semestre do próximo ano, ou seja, até junho do próximo ano. Com essa vacina poderemos imunizar milhões de brasileiros”, acrescentou.


A vacina, chamada de CoronaVac, está em fase adiantada de testes. Ela já está na terceira etapa, chamada clínica, de testagem em humanos. “Um coronavírus é introduzido em uma célula do tipo Vero. Essa célula é cultivada em laboratório. O vírus se multiplica. No final, o vírus é inativado e incorporado na vacina, que será aplicado na população”, explicou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan. 

O investimento do Instituto Butantan para os estudos nessa fase clínica é de R$ 85 milhões. Segundo Dimas, há no mundo hoje 136 vacinas contra o novo coronavírus em desenvolvimento, mas apenas dez delas atingiram a etapa de estudos clínicos. Três estão em fases ainda mais adiantadas de testes, e a CoronaVac é uma delas.

Fase clínica

O desenvolvimento de uma vacina é feito em etapas. A primeira delas é a fase laboratorial, quando é feita a avaliação de qual a melhor composição para a vacina. A segunda etapa, chamada de pré-clínica, é a de testes em animais. A terceira etapa é a chamada fase clínica, de testes em humanos.


Essa terceira etapa é dividida em três fases. As fases 1 (inicial, que avalia se a vacina é segura) e 2 (que conta com uma maior quantidade de voluntários e avalia a eficácia do produto) já foram realizadas na China, com sucesso. Agora, a vacina está entrando na fase 3, que será realizada no Brasil, com 9 mil voluntários, de todo o país, iniciando por São Paulo.

Essa fase, que é um estudo populacional, deve ser começar já no mês de julho. “Dentro de aproximadamente três semanas, 9.000 voluntários estarão sendo testados aqui no Brasil”, disse Doria.

“Na fase inicial [da vacina] foram feitos estudos em macacos. Os resultados foram publicados na revista científica Science. A fase 1 [de testagem clínica] contou com 144 voluntários [chineses] e, a fase 2, com 600 voluntários na China. E a fase 3 será agora feita no Brasil”, explicou Dimas Covas.


Caso os testes feitos com esses 9 mil voluntários, na fase 3, se mostrem positivos, a vacina entrará na etapa de registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, então, começará a ser produzida em larga escala. A expectativa do Instituto Butantan é de que a vacina poderá estar disponível para a população em junho de 2021.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Sinovac

Por meio de nota em seu site, a Sinovac Biotech informou que os resultados pré-clínicos “promissores sobre o CoronaVac foram publicados recentemente na revista científica Science, em um artigo afirmando que o candidato a vacina é seguro e fornece proteção a macacos rhesus por meio de um estudo de desafio com animais”.


Segundo a farmacêutica, a Sinovac está construindo uma fábrica comercial de produção de vacinas na China, que deverá fabricar até 100 milhões de doses de CoronaVac a cada ano.

“Estamos orgulhosos em participar da luta contra a covid-19 e esperamos trabalhar com o Instituto Butantan para ajudar o povo do Brasil. Por meio dessa parceria, a Sinovac poderá aumentar a velocidade sem precedentes do desenvolvimento da CoronaVac, sem comprometer nossos padrões e procedimentos de segurança”, disse Weidong Yin, presidente da Sinovac.  

☕ Leia as matérias do especial Maringá 73 anos



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Ulisses não descarta lockdown se o quadro da covid-19 piorar em Maringá

11/06/2020_

Em live no fim da tarde de quarta (10), na qual antecipou detalhes do decreto que seria publicado uma hora mais tarde, o prefeito Ulisses Maia (PSD) iniciou sua fala explicando que não se daria, naquele momento, o anúncio de um lockdown na cidade. Uma medida mais dura de confinamento total, porém, não foi descartada, caso o quadro de covid-19 piore na cidade.

Prefeito Ulisses Maia em live. Café com Jornalista
Prefeito Ulisses Maia (PSD) na live de quarta (10) – Imagem: reprodução
Nos bastidores, preocupados com a escalada dos casos confirmados do novo coronavírus (covid-19) em Maringá, alguns técnicos da Saúde defenderam o lockdown já neste feriadão de Corpus Christi. No entanto, o Decreto 856/2020 impôs um isolamento social parcial, permitindo a abertura do comércio nesta sexta-feira (12), Dia dos Namorados. 
 
"Não vamos, hoje [quarta-feira, dia 10], declarar o lockdown, que seria o fechamento completo, porém, vamos avaliar os números neste feriado prolongado. Se for necessário, vamos ter de decretar o lockdown", disse Ulisses Maia, na live.
No boletim de quarta-feira, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou 48 novos casos da covid-19 em 24 horas, contra 57 casos do dia anterior. A taxa de positividade, que é o número de casos em relação à quantidade de testes, subiu de 12,5%, no fim de maio, para 28%.


Essas informações foram dadas na live por Ulisses, que apresentou o quadro da covid-19 em Maringá como de "risco moderado". Segundo o prefeito, para reduzir o grau de risco é necessário ampliar o isolamento. "Temos de manter a taxa de isolamento em 50%, pelo menos, mas hoje estamos com 33% a 35%", comentou.

A intenção de medidas preventivas, como a do último decreto, também é de manter baixa a taxa de ocupação dos leitos destinados à covid-19. Atualmente, segundo dados oficiais, são 45 leitos na soma dos hospitais Municipal, Universitário, Santa Casa, Santa Rita e Metropolitano. "Nesses leitos [para tratamento de pacientes com covid-19], a taxa de ocupação é de 31%", disse Ulisses.

Veja abaixo o boletim completo de quarta, com dados mencionados por Ulisses na live, e na sequência o boletim desta quinta.

Boletim da Covid-19 em Maringá. Café com Jornalista

Boletim covid-19 em Maringá. Café com Jornalista

Óbitos

Apesar de a taxa de ocupação das UTIs ser considerada confortável, os técnicos da Prefeitura trabalham com a cautela que um vírus altamente contagioso requer. Onze vidas já foram perdidas em Maringá para a covid-19, e a Prefeitura diz trabalhar para evitar novos óbitos. "Que a nossa luta seja para preservar o maior número de vidas", disse o prefeito.


Na live, Ulisses fez o apelo para que a população entenda a necessidade do distanciamento social, do uso de máscara e do isolamento, sempre que possível, para evitar que o vírus fuja do controle na cidade. Ele lembrou que aglomerações, como as que têm sido notadas em praças e nos espaços "meu campinho", não podem continuar ocorrendo. "Se todo mundo ajudar, não será preciso um lockdown", alertou.

Ao menos na live, o prefeito não mencionou a superlotação em algumas linhas – especialmente nos horários de pico – do transporte público urbano e metropolitano. No entanto, por conta de flagrantes de ônibus lotados, o Procon tem aplicado multas na concessionária TCCC. A última autuação, no valor de R$ 462,9 mil, ocorreu na quarta (10).  

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Decreto 856/2020

De acordo com o decreto, nesta quinta (11), feriado de Corpus Christi, e também no sábado e domingo (dias 13 e 14) ficam proibidas todas as atividades econômicas. As exceções são: farmácias, supermercados, mercearias, açougues, peixarias, feiras-livres, serviços de alimentação, postos de combustíveis, distribuidores de água e gás.


Na sexta-feira (12), ficam proibidas as seguintes atividades: 1) Indústrias de produtos não essenciais; 2) Construção civil; 3) Prestação de serviços de empresas e profissionais autônomos, exceto atendimentos emergenciais em clínicas médicas, odontológicas e veterinárias; 4) Serviços públicos não essenciais. Leia o decreto na íntegra aqui.



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.