"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

terça-feira, 5 de maio de 2020

Brasil bate novo recorde com 600 mortes por covid-19 em 24 horas

05/05/2020

Jonas Valente, Agência Brasil – O Brasil bateu novo recorde de novas mortes por covid-19 registradas em um dia: 600. Segundo boletim do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira (5), o total subiu para 7.921. A marca representou um aumento de 8% em relação a segunda, quando foram contabilizados 7.321 óbitos. O índice de letalidade ficou em 6,9%.

Fonte: Ministério da Saúde
O Brasil chegou a 114.715 pessoas infectadas. Nas últimas 24 horas, foram adicionadas às estatísticas mais 6.935 casos confirmados, incremento de 6% casos em relação a segunda, quando foram registradas 107.780 pessoas nessa condição. Após declínio estatísticas de novos casos em 24 horas no fim de semana, o número voltou a crescer e se aproximou do recorde de 7.218, registrado na quinta-feira (30/4).

☕ Mortes por covid-19 na América do Sul sobem para 11.252

De acordo com o Ministério da Saúde, deste total, 58.573 estão em acompanhamento (51,1%) e 48.221 (42%) já foram recuperados, deixando de apresentar os sintomas da doença. Ainda são investigadas 1.579 mortes.

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, destacou que o número de mortes se refere aos óbitos registrados nessa data, e não significa que ocorreram nas últimas 24 horas, ou seja, abrange também óbitos em dias anteriores cuja investigação foi concluída e adicionada às estatísticas nas últimas 24 horas.

☕ Bolsonaro lidera disputa para 2022 em cenário sem Lula

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (2.851). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (1.213), Ceará (795), Pernambuco (749) e Amazonas (649).

Além disso, foram registradas mortes no Pará (369), Maranhão (271), Bahia (146), Espírito Santo (133), Paraná (99), Minas Gerais (94), Paraíba (85), Alagoas (80), Rio Grande do Sul (79), Rio Grande do Norte (68), Santa Catarina (55), Amapá (55), Goiás (38), Distrito Federal (33), Piauí (29), Acre (29), Sergipe (21), Rondônia (29), Mato Grosso (13), Mato Grosso do Sul (10), Roraima (11) e Tocantins (7).

☕ Veja a opinião de dois franceses sobre Maringá



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Vereador cita caso de covid-19 do ex-secretário Eudes para pedir isolamento social

05/05/2020

Na primeira sessão ordinária da Câmara Municipal em maio, nesta terça (5), o vereador Carlos Mariucci (PT) citou o grave caso de covid-19 do ex-secretário municipal José Eudes Januário para pedir por mais isolamento social na cidade. Eudes está internado na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Maringá (HMM) desde 1º de abril.

O vereador Mariucci e o ex-secretário Eudes Januário
O vereador Mariucci e o ex-secretário Eudes Januário
"[Eudes] Está lutando pela vida e vencendo. Primeiro, pela resistência e luta pessoal, mas principalmente porque pode ter sido atendido de forma ampla pela equipe de atendimento [do Hospital Municipal] de Maringá. Imagine se ele tivesse pegado essa doença num período de inchaço nos nossos hospitais?", disse Mariucci.

☕ Mortes por covid-19 na América do Sul sobem para 11.252

O vereador lembrou o caso de Eudes para alertar a população sobre a gravidade da doença, que já causou o colapso da saúde em várias cidades brasileiras. "Fiquei assustado ao saber da ampliação
do horário do comércio pelo dia das mães [em Maringá]. Não dá para ceder por questões financeiras, ceder em detrimento à vida", disse.

Nesta terça (5), o país registrou o triste recorde de 600 mortes no intervalo de 24 horas, totalizando 7.921 óbitos pela covid-19. O número de casos chegou a 114.715. Em Maringá, a situação aparentemente está controlada. A cidade tem 102 casos confirmados e cinco óbitos.

Eudes Januário

De acordo com o boletim médico desta terça, o quadro clínico de Eudes tem evoluído de forma satisfatória. Novos exames de imagem no pulmão demonstraram significativa melhora no aparelho respiratório.

☕ Ulisses é o 4º mais bem avaliado em ranking liderado por Paranavaí

"O respirador é acionado apenas em caso de cansaço e sua utilização diária é cada vez menos necessária. O rim evoluiu bem, o que vem reduzindo progressivamente a intensidade da diálise", diz o advogado Silvio Januário, irmão de Eudes, que tem repassado a amigos do paciente informações recebidas dos médicos.

Silvio comenta que Eudes já despertou totalmente da sedação. O paciente já interage com a equipe de enfermagem, mas ainda não consegue pronunciar bem as palavras em razão da traqueostomia. Como visitas em hospitais que tratam de covid-19 não são permitidas, Eudes recebeu cartas enviadas por familiares e, segundo relatos, ficou emocionado ao ouvir as mensagens lidas pelas enfermeiras.

Possível contágio

Secretário de Serviços Públicos no governo Zé Cláudio (2001 - 2003), o economista Eudes Januário participou da prestação de contas do vereador Mário Verri (PT), realizada em 15 de março. Segundo o Blog do Rigon, no mesmo evento estava Rosângela Antunes Machado da Silva, 54, que faleceu dia 26 vítima da covid-19. É possível que o contágio de Eudes tenha ocorrido naquele evento.

☕ Bolsonaro ultrapassa Collor em pedidos de impeachment




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Recuperado da covid-19, ex-ministro Ricardo Barros é liberado do isolamento após avaliação médica

05/05/2020

O ex-ministro da Saúde Ricardo Barros (PP), recebeu permissão para deixar o isolamento domiciliar após avaliação médica. O deputado federal se recuperava em sua casa, em Maringá, desde que recebeu alta do hospital, em 25 de abril. Nessa mesma data, ele testou positivo para a covid-19.

Deputado Ricardo Barros gravou vídeo nas redes sociais para comunicar sobre a alta médica
Deputado Ricardo Barros gravou vídeo nas redes sociais para comunicar sobre a alta médica
Ricardo Barros deu entrada na Santa Casa de Maringá em 24 de abril, com quadro de tosse seca e desconforto. Naquele mesmo dia, antes de apresentar os primeiros sintomas, o deputado havia participado de um evento no Hospital Universitário de Maringá (HUM) com outras autoridades – que, posteriormente, testaram negativo para covid-19.

☕ Mortes por covid-19 na América do Sul sobem para 11.252
☕ Bolsonaro lidera disputa para 2022 em cenário sem Lula

A liberação para deixar o isolamento ocorre 11 dias após sentir os primeiros sintomas. "Hoje [terça] pela manhã, recebi ligação da Secretaria Municipal de Saúde, que fez a avaliação e encerrou o acompanhamento do meu caso de covid", comentou Barros, em seu perfil no Facebook. "Também recebi epidemiologista, na hora do almoço, que me avaliou e me liberou do isolamento", acrescentou.

O parlamentar teve apenas sintomas leves da doença. Na internet, Barros agradeceu as mensagens de apoio e orações recebidas no período de isolamento. Sua esposa, a ex-governadora Cida Borghetti (PP), e sua filha, a deputada estadual Maria Victoria (PP), também testaram positivo para a covid-19. Seu irmão, o ex-prefeito de Maringá Silvio Barros (PP), teve um quadro um pouco mais grave da doença, mas já está curado.

☕ Veja a opinião de dois franceses sobre Maringá
☕ Caixa abre duas horas mais cedo a partir desta segunda



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Saiba como regularizar o título de eleitor sem sair de casa; prazo termina nesta quarta

05/05/2020

Do TSE – Dia 6 de maio é o último dia para o eleitor regularizar sua situação para poder votar nas Eleições Municipais de 2020. Em razão da pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19), os serviços eleitorais presenciais foram suspensos. Contudo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) criou meios para o atendimento remoto.


O TSE desenvolveu uma nova página no Portal da Justiça Eleitoral (veja aqui). No site, há orientações acerca dos procedimentos de atendimento remoto para solicitação dos serviços de alistamento (primeira via do título), mudança de município (transferência), alteração de dados pessoais, alteração de local de votação por justificada necessidade de facilitação de mobilidade e revisão para a regularização de inscrição cancelada.

☕ Mortes por covid-19 na América do Sul sobem para 11.252
☕ Ulisses é o 4º mais bem avaliado em ranking liderado por Paranavaí

Além do passo a passo e da indicação dos documentos necessários, o espaço também contém link direcionando para as páginas de atendimento de cada um dos 27 tribunais regionais eleitorais (TREs) para efetuar o requerimento de alistamento eleitoral. "Nessa página, o eleitor terá todas as informações de como proceder, caso a caso", diz Ana Cristina Rosa, assessora-chefe da Ascom do TSE.

Regularização eleitoral

Vale lembrar que os eleitores que precisam regularizar sua situação na Justiça Eleitoral podem emitir, no Portal do TSE, sem sair de casa, a Guia de Recolhimento da União (GRU) para o pagamento de débitos eleitorais. O pagamento da guia deve ser feito no Banco do Brasil (agências ou aplicativo).

☕ Senado congela salários de servidores públicos até dezembro de 2021
☕ Bolsonaro lidera disputa para 2022 em cenário sem Lula

Estão passíveis de multa os eleitores que não votaram em uma eleição sem apresentar justificativa eleitoral, sendo cada turno um pleito específico; que se ausentaram dos trabalhos eleitorais; e que realizaram o alistamento eleitoral fora do prazo legal, previsto no artigo 8º do Código Eleitoral.

O regime de plantão extraordinário, estabelecido em razão da pandemia provocada pelo novo coronavírus, foi instituído pelo TSE no dia 20 de março, por meio da Resolução TSE nº 23.615/2020. Desde então, o atendimento presencial, a coleta biométrica e os prazos processuais ficaram suspensos.

Títulos cancelados

Em razão do contexto de crise, o TSE suspendeu temporariamente o cancelamento de títulos de cerca de 2,5 milhões de eleitores que não compareceram ao cadastro biométrico obrigatório previsto no Provimento da Corregedoria-Geral Eleitoral (CGE) nº 1/2019, que atinge 17 Estados: AC, AM, BA, CE, ES, MA, MG, MS, MT, PA, PE, PR, RJ, RS, SC, SP e RO. Com isso, esse eleitorado estará apto a votar normalmente nas Eleições Municipais de 2020.



☕ Caixa abre duas horas mais cedo a partir desta segunda



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Câmara discute seis projetos de lei e 11 requerimentos na 1ª sessão de maio; assista

05/05/2020

A Câmara Municipal de Maringá realiza, na manhã desta terça (5), a primeira sessão ordinária de maio. Em pauta estão seis projetos de lei e 11 requerimentos. Há assuntos ligados ao novo coronavírus (covid-19) na pauta.

Sessão da Câmara nesta terça (5) – Reprodução
Assista:


Mortes por covid-19 na América do Sul sobem para 11.252
Ulisses é o 4º mais bem avaliado em ranking liderado por Paranavaí
☕ Senado congela salários de servidores públicos até dezembro de 2021
☕ Bolsonaro lidera disputa para 2022 em cenário sem Lula
☕ Caixa abre duas horas mais cedo a partir desta segunda




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Cafeinado: Mortes por covid-19 na América do Sul sobem de 292 para 11.252 em 35 dias

05/05/2020

Os alertas das autoridades de saúde sobre o novo coronavírus (covid-19) geraram, basicamente, dois tipos de atitude dos governantes: ações preventivas para salvar vidas, com o isolamento social sendo adotado, ou a minimização do problema. Como disse o infectologista Atila Iamarino, no programa Roda Viva, não seria preciso convencer ninguém sobre gravidade dessa pandemia, pois o vírus se encarregaria de fazê-lo. E fez.

Em apenas 35 dias, o número de mortes pela covid-19 na América do Sul subiu de 292 para 11.252. Ou seja, entre 30 de março (data do levantamento anterior do Café) e esta segunda (4), os países da região tiveram, juntos, um aumento de impressionantes 3.753%. Uma pá de cal no discurso irresponsável da "gripezinha", apesar dos idiotas de plantão se recusarem a aceitar essa triste realidade.


Argentina

Ainda não chegamos ao pico de contágio na América do Sul, mas já é possível ver quem fez o dever de casa. É na hora das graves crises que os bons líderes, capazes e inteligentes, fazem a diferença. Na Argentina, o presidente Alberto Fernández seguiu a ciência e optou por medidas próximas de um lockdown para achatar a curva de contágio. Resultado, o número de mortes pela covid-19 cresceu de 23 para 260 (+1.030%) nesses 35 dias. Portanto, bem abaixo da média de vítimas fatais na região.

Brasil

No Brasil, encorajados pelo discurso da "gripezinha" de um presidente inconsequente, boa parte da população não levou a sério a doença (muitos ainda levam na brincadeira), até que começaram a faltar leitos de UTI e covas. As mortes no país saltaram de 159 para 7.321, uma alta de incríveis 4.504%. Seria ainda pior se alguns governadores e prefeitos não tivessem adotado medidas de isolamento ou distanciamento social, contrariando a vontade do presidente Jair Bolsonaro.

Argentina x Brasil

O exemplo da Argentina revela que, se o mesmo fosse adotado aqui, vidas poderiam ter sido salvas. Lá em 30 de março, caso Bolsonaro tivesse adotado a mesma postura do governo argentino, e agora tivéssemos um aumento de 1.030% nas mortes (ao invés de +4.504%), o Brasil teria 1.797 mortes, isto é, 5.524 vidas poderiam ter sido salvas até o momento. Não é um cálculo aprofundado, porém, serve para mais uma reflexão sobre a gravidade da covid-19. Está ruim agora? Não, agora ainda está bom perto do que vem por aí.

Venezuela

A tabela, com números oficiais das autoridades de saúde de cada país, mostra o Brasil com o segundo pior cenário, atrás do Peru. Provavelmente, o Peru tenha testado mais que o Brasil, que ainda assim não tem o pior cenário de covid-19. Pelo que tenho lido no noticiário internacional, é possível crer que Venezuela e Equador liderem esse ranking – o primeiro por esconder os casos e o segundo, pela quantidade de subnotificações. O ruim de qualquer ditadura é a falta de transparência.

Equador

O que se passa no Equador é o que pode vir a ocorrer em várias cidades brasileiras. O coronavírus cobra uma fatura alta e, quanto maior for a irresponsabilidade dos governantes diante dos alertas dos especialistas, maior é a "conta" em vidas. Em Guayaquil (epicentro da doença no Equador), a prefeita Cynthia Viteri diz que "não há espaço nem para vivos nem para mortos". Isso começa a ocorrer aqui, nas cidades mais afetadas.

Meme


Tempo

Se prepare, vem frio por aí. Na segunda onda de frio deste outono, as temperaturas podem despencar para até 8°C em Maringá, na quinta (7). As máximas entre quarta e quinta não passarão de 22°C, segundo o instituto Simepar.

☕ Ulisses é o 4º mais bem avaliado em ranking liderado por Paranavaí
☕ Senado congela salários de servidores públicos até dezembro de 2021



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.