"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

terça-feira, 28 de abril de 2020

Cafeinado: Brasil bate recorde de mortes em 24h e supera China no total de óbitos

28/04/2020

Valas coletivas, falta de coveiros, casos graves sem atendimento, respiradores e leitos de UTIs insuficientes e recorde de mortes em 24 horas. Essa já é a trágica realidade em algumas cidades brasileiras (e será em várias outras, em breve). Infelizmente, a amarga fatura do discurso irresponsável da "gripezinha" chegou, e o novo coronavírus (covid-19) cobra caro.


Entre segunda e esta terça (28), o Brasil registrou 474 novas mortes pela covid-19 – 67 a mais que o recorde anterior, de 23 de abril. No total, segundo levantamento do Ministério da Saúde, o país soma agora 5.017 óbitos e 71.886 pessoas infectadas. Há ainda 34,3 mil pacientes em acompanhamento e 32,5 mil recuperados.

Com isso, o Brasil superou a China no número de vítimas fatais. Lá, de acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins, foram registrados 4.643 óbitos pela covid-19, dos quais 4.512 mortes apenas em Hubei, onde a pandemia teve início. São esses os dados oficiais de ambos os países.

Subnotificações

A China nunca é uma boa referência. Como todo regime ditatorial, falta transparência, não sendo possível confiar nos dados divulgados. Seria ingênuo acreditar que o país mais populoso do mundo, com 1,4 bilhão de habitantes, teve menos de 5.000 mortes. Igualmente, seria ingenuidade crer que o Brasil teve apenas 5.017 mortes. Por aqui, centenas de óbitos de casos suspeitos de covid-19 ainda não tiveram o exame concluído, e outras tantas vítimas foram sepultadas sem qualquer testagem. Fato: há milhares de casos subnotificados nos dois países.

Bons exemplos

Se você não leu o Cafeinado de segunda, recomendo. Falamos sobre as governantes mulheres que têm feito bonito no combate à covid-19. As ações da chanceler alemã Angela Merkel; das primeira-ministras neozelandesa, Jacinda Ardern; e finlandesa, Sanna Marin; e da presidente taiwanesa Tsai Ing-wen salvaram vidas. Todas as três defenderam o isolamento social para controlar o vírus. Deu certo!

E a Dilma, hein?

Diante dos bons exemplos femininos, algum membro do rebanho bovino há de questionar: e a Dilma? Certamente, a ex-presidente não fez uma gestão merecedora de aplausos, mas é impossível compará-la ao presidente Jair Bolsonaro. Nesta pandemia, qualquer ex-presidente do Brasil faria melhor que Bolsonaro. Com frases como "Sou Messias, mas que não faz milhares" e "Não sou coveiro" – quando questionado sobre as mortes pela covid-19 – o presidente debocha da memória das vítimas, das famílias dos mortos e dos profissionais da saúde, que arriscam suas vidas para cuidar dos doentes.


Datafolha I

Em relação às acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro, sobre ilícitos que teriam sido cometidos por Bolsonaro, 52% dos entrevistados acreditam que Moro fala a verdade. Apenas 20% acreditam que é o presidente quem fala a verdade (sobre ter ou não interferido na Polícia Federal). Ainda segundo a pesquisa do instituto Datafolha, 6% não acreditam em nenhum dos dois e 3% acham que ambos estão certos. Não souberam responder 19%.

Impeachment

De acordo com a mesma pesquisa, 45% da população deseja que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), aceite a abertura de um dos pedidos de impeachment (são mais de 30). 48% são contrários a essa medida e 6% não souberam ou não quiseram opinar. Na pesquisa anterior, 59% eram contrários. A atual pesquisa ouviu 1.503 brasileiros adultos de todas as regiões do país, por telefone, na segunda-feira (27). Veja os detalhes aqui

Meme


Maringá

Boletim da Secretaria Municipal da Saúde, desta terça, aponta que Maringá teve quatro novos casos confirmados de covid-19 (todas mulheres, com idade entre 27 e 56 anos). O número de mortes pela doença permanece em cinco. Um dos casos mais recentes foi o do deputado federal Ricardo Barros (PP), que teve alta do hospital e se recupera em casa.

Negativo

Ex-ministro da Saúde, Ricardo Barros participou do evento de inauguração dos novos leitos do Hospital Universitário de Maringá (HUM), na sexta (24). Apesar de os presentes terem usado máscara, infelizmente, houve aglomeração de políticos e imprensa – motivada pela presença do governador Ratinho Junior (PSD). Com o teste positivo de Barros, várias autoridades fizeram exames para a covid-19, incluindo o próprio governador e o prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PSD). Os exames deram negativo.

Supermercados

Em primeira discussão, a Câmara de Maringá aprovou por unanimidade, nesta terça, projeto de lei que obriga os supermercados, hipermercados e similares a disponibilizarem 2% dos carrinhos de compra (devidamente adaptados) para crianças e adultos com deficiência física ou mobilidade reduzida. O projeto é do vereador Chico Caiana (PTB).

YouTube

Tem nova crônica da Maria Bopp no ar! A blogueirinha do fim do mundo segue ácida, como sempre.


Piada

Ontem, conversando com um amigo sobre as consequências do confinamento total, ele me contou que a mulher dele anda pela casa o dia inteiro do jeito que veio ao mundo.
Não aguentei a curiosidade e tive que perguntar:
– Peladinha?
E ele me respondeu:
– Não... Aos gritos!!!!!!!!!!!!!

(Piada enviada pelo jornalista Luiz de Carvalho)




>>> Saiba mais sobre o colunista
>>> Veja os destaques dos demais colunistas


>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Quórum baixo na Câmara revela necessidade de sessões on-line durante a pandemia

28/04/2020

Na sessão ordinária desta terça (28), a Câmara de Maringá contou com a presença de dez dos 15 vereadores, ou seja, apenas dois a mais que o quórum mínimo exigido para a votação das matérias da ordem do dia. Quatro das cinco ausências foram motivadas pelo novo coronavírus (covid-19), fato que revela a necessidade de o Legislativo local se preparar para a realização de sessões por videoconferência.

Vereadores usaram máscara na sessão desta terça (28) – Foto: Marquinhos Oliveira/CMM
Vereadores usaram máscara na sessão desta terça (28) – Foto: Marquinhos Oliveira/CMM
Ao falar sobre o risco de contágio, Carlos Mariucci (PT) tornou a defender que a Câmara se aproprie da tecnologia disponível para realizar os trabalhos legislativos de forma on-line. "Temos tecnologia para fazer o que estão fazendo os parlamentares no Congresso Nacional e os deputados na Assembleia Legislativa [do Paraná], com sessões de forma on-line, digitalizada", comentou o petista, no pequeno expediente.

Quórum baixo na Câmara pode travar pauta de votação na pandemia

As sessões remotas eliminariam o risco de a pausa de votação ser travada pela falta de quórum, além de garantir a realização das duas sessões ordinárias por semana (toda terça e quinta, às 9h30). Este mês, uma portaria da Câmara suspendeu as atividades da Casa como medida preventiva à covid-19. Como consequência, cinco sessões deixaram de ser realizadas.

Vice-presidente da Câmara, Mário Verri (PT) disse ao Café que as sessões não presenciais podem ser avaliadas, mas que alguns de seus pares poderiam ter dificuldades no uso do equipamento eletrônico. "Mas pode ser feito. Essa questão remota pode ser feita pelo Zoom", disse Verri, sugerindo um programa amplamente usado para videoconferências.

☕ Governantes mulheres dão aula no combate à covid-19

Na avaliação de Jean Marques (Podemos), além da avaliação da tecnologia, a sessões remotas precisam levar em conta a questão legal. Segundo ele, "pequenas alterações" são necessárias no Regimento Interno da Casa para permitir as sessões por videoconferência.

Ausências

Dois vereadores ausentes são do grupo de risco: Belino Bravin (PSD) tem mais de 60 anos e Professor Niero (MDB) tem problemas de saúde. Eles já faltaram a sessões por esse motivo. Odair Fogueteiro (PDT) se ausentou por questão de saúde, sendo a única das cinco faltas não associada à covid-19.

Sidnei Telles (Avante) e Altamir dos Santos (Podemos) se ausentaram por precaução. Ambos estiveram no evento do Hospital Universitário de Maringá (HUM) juntamente com o deputado federal Ricardo Barros (PP), contaminado pela covid-19. William Gentil (PSB) também esteve naquele evento, porém, compareceu à sessão desta terça após ter testado negativo para a covida-19.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Caixa paga parcela do auxílio emergencial a 5,1 milhões de pessoas

28/04/2020

Kelly Oliveira, Agência Brasil – A Caixa pagou, nesta terça (28), mais R$ 3,6 bilhões do auxílio emergencial para 5,1 milhões de beneficiários. Deste total, R$ 2,1 bilhões serão destinados para mais 3,26 milhões do total de elegíveis que se inscreveram pelo aplicativo "Caixa / Auxílio Emergencial"  e pelo site. Mais de R$ 1,7 bilhão serão creditados em contas da Caixa e R$ 341.409.600 em contas de outros bancos.

Foto de arquivo de fila de emprego em Brasília – Agência Brasil
Segundo a Caixa, desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento do auxílio emergencial do governo federal, o total de pessoas que tiveram o benefício creditado pelo banco somam 44,3 milhões, num total de R$ 31,3 bilhões. Dentre os inscritos pelo aplicativo e site, 15,2 milhões já receberam o auxílio e totalizarão 18,4 milhões de pessoas com esse novo pagamento.

Até a noite de segunda (27), 48,5 milhões de cidadãos já se cadastraram para recebimento do benefício. O site da Caixa superou a marca de 406,2 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 90,6 milhões de ligações. O aplicativo Auxílio Emergencial Caixa soma 63,8, milhões de downloads e o aplicativo Caixa Tem, para movimentação da poupança digital, supera 52,7 milhões de downloads.

☕ Sergio Moro corre risco e precisa ter sua segurança garantida
☕ Governantes mulheres dão aula no combate à covid-19
☕ Ex-presidentes comentam saída de Moro; FHC pede renúncia de Bolsonaro



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Dois dos três vereadores que estiveram no evento do HUM não comparecem à sessão da Câmara

28/04/2020

Por precaução, dois dos três vereadores estiveram no Hospital Universitário de Maringá (HUM) faltaram, nesta terça (28), à sessão ordinária da Câmara Municipal. Entre as autoridades presentes no evento no HUM, na sexta (24), estava o deputado federal Ricardo Barros (PP), contaminado pela covid-19.

William Gentil (PSB) foi o único vereador que esteve no HUM a comparecer à sessão – Foto: Marquinhos Oliveira/CMM
Sidnei Telles (Avante) e Altamir dos Santos (Podemos) justificaram a ausência na sessão, informando que médicos recomendaram esperar cinco dias (o do contato, mais quatro dias) antes de fazer o teste para a covid-19. O prazo mínimo, segundo infectologistas consultados por Telles, seria de 72 horas antes de fazer o exame.

☕ Governantes mulheres dão aula no combate à covid-19

Outro vereador presente no HUM, naquela sexta, William Gentil (PSB) fez o exame, testou negativo e compareceu à sessão. Sua presença foi questionada pelo presidente da Câmara, Mário Hossokawa (PP). "Temos a garantia de que o senhor não corre risco e que não coloca os demais vereadores em risco [estando na sessão]?", questionou.

Hossokawa deu o exemplo da comitiva presidencial para exemplificar o quanto é fácil o contágio pelo novo coronavírus. Da equipe que estive com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nos Estados Unidos, no início de março, 23 pessoas testaram positivo para a covid-19. Bolsonaro disse ter testado negativo, mas se recusou a divulgar o resultado do exame.

☕ Ex-presidentes comentam saída de Moro; FHC pede renúncia de Bolsonaro

Gentil disse ter tomado os devidos cuidados, falou que todos no evento estavam de máscara e disse que fez o teste sob orientação médica. "Lamento, num momento de pandemia, ter participado desse evento. Peço desculpas", comentou, durante a sessão.

Outros vereadores criticaram a aglomeração ocorrida no evento do HUM – e comprovada pelas fotos feitas pela assessoria do hospital. "Faça-me o favor. O setor de eventos está sofrendo, sangrando, e o setor público faz evento de inauguração de leitos de hospital. A culpa é de quem organizou [o evento]", criticou Jean Marques (Podemos).

Autoridades presentes na inauguração de leitos do HUM – Foto: ASC/UEM
"Todo mundo sabe que esse evento foi promovido pelo governo do Estado", emendou Mário Verri (PT). "A falta de necessidade do evento é claro, e de ir também. Era para estar inaugurado aquilo [novos leitos] há quanto tempo? Agora, vem fazer politicagem em cima disso?", acrescentou o petista.

☕ Sergio Moro corre risco e precisa ter sua segurança garantida

Médico, o vereador Dr. Jamal (PSB) explicou que o teste deve ser feito quando a pessoa tem os primeiros sintomas, como febre, coriza e cansaço. "Senão, não justifica fazer o teste", disse. Considerando os cinco dias úteis, talvez não dê tempo de Telles e Altamir receberem o resultado do exame antes da sessão de quinta (30).

Ao Café, Gentil disse que prosseguirá participando das sessões normalmente, assim como outras lideranças presentes ao evento que fizeram o exame, testaram negativo e já voltaram às suas atividades. 

Evento no HUM

Na cerimônia de sexta, Ratinho Junior assinou um termo de convênio entre o Estado e o HUM, repassando R$ 15,3 milhões ao hospital, sendo R$ 7,8 milhões para custeio para os próximos seis meses e R$ 7,5 milhões em equipamentos, mobília e insumos médicos. O valor total do investimento será usado para colocar em funcionamento 108 novos leitos, 20 deles em unidade de terapia intensiva (UTI) e 88 de retaguarda na enfermaria.

☕ Conheça sete sites para verificar se a informação é fato ou fake

Ricardo Barros já recebeu alta do hospital. O deputado recupera-se em casa, em isolamento. Leia mais aqui.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Câmara de Maringá vota 11 projetos de lei na sessão desta terça – assista

28/04/2020

Câmara de Maringá vota 11 projetos de lei na sessão ordinária desta terça (28), iniciada às 9h30. O assunto do pequeno expediente é a presença de vereadores no evento no Hospital Universitário de Maringá (HUM), que teve a presença do deputado federal Ricardo Barros (PP), contaminado pela covid-19.



Assista:


Leia também:

Governantes mulheres dão aula no combate à covid-19
☕ Ex-presidentes comentam saída de Moro; FHC pede renúncia de Bolsonaro
☕ Sergio Moro corre risco e precisa ter sua segurança garantida



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.