"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade" George Orwell

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Cafeinado: Com colapso na saúde e valas coletivas, situação de Manaus assusta

22/04/2020

A cidade de São Paulo continua sendo o epicentro da pandemia do novo coronavírus (covid-19), mas é Manaus que apresenta a situação mais dramática. O temido colapso do sistema de saúde – causado pelo rápido avanço do vírus – já é realidade na capital do Amazonas: unidades de terapia intensiva (UTIs) operam no limite.

Abrigo para pessoas vulneráveis em ginásio de Manaus
Abrigo para pessoas vulneráveis em ginásio de Manaus – Foto: Marcio James/Agência Senado
São de um cemitério de Manaus as cenas de pessoas sendo enterradas em valas comuns e do uso de contêineres refrigerados para alocar corpos até o sepultamento. "O cenário é desolador", disse o senador Eduardo Braga (MDB), que é do Amazonas – primeiro Estado do país em que a rede de saúde entrou em colapso por conta da covid-19.

De acordo com relato da Agência Senado, os enterros diários em Manaus eram de aproximadamente 30, antes da pandemia. No domingo (19), superaram uma centena. Além do colapso na saúde, as autoridades também precisarão lidar com a sobrecarga dos cemitérios. Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB) disse que a situação se aproxima da "barbárie", quando médicos precisarão escolher quem vive e quem segue recebendo tratamento.

Mortes

De acordo com boletim do Ministério da Saúde, divulgado nesta quarta (22), subiu para 2.906 o número de mortes pela covid-19 no Brasil (165 em 24 horas). São mais de 45,7 mil casos confirmados. Os Estados com mais vítimas fatais são: São Paulo  (1.134), Rio de Janeiro (490), Pernambuco (282), Ceará (233), Amazonas (207), Maranhão (66), Paraná (57) e Bahia (50). A não ser no caso dos mais estúpidos, imagino que ninguém mais acredite se tratar de uma "gripezinha".

É sério!

A natureza humana inclui a ignorância. É essa condição que explica o comportamento de certas pessoas diante de fatos brutais como esse do Amazonas. Ao invés de se sensibilizarem, questionam: "Por que não mostra os casos recuperados?" Por que não falar de coisa boa?" É preciso mostrar os fatos, por mais triste que sejam, para alertar as pessoas sobre a necessidade de se prevenir. Ou queremos para nossas cidades o mesmo que tem ocorrido em Manaus?

Lunático

Viram a última do chanceler Ernesto Araújo? Nas redes sociais, o ministro das Relações Exteriores, em mais um de seus ataques conspiratórios, chamou o coronavírus de "comunavírus" e disse que a pandemia é um plano do "novo comunismo para construir um mundo sem nações, sem liberdade, sem espírito". Só faltou culpar o ex-presidente Lula. Notem que, para o presidente Bolsonaro, o problema era o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Quanto a Araújo, tudo certo.

Coveiro

Questionado sobre a quantidade de mortes pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disparou: "Não sou coveiro". Duas verdades nessa triste fala: 1) O presidente não é mesmo coveiro; 2) Na pandemia, o coveiro tem trabalhado muito mais que o presidente. Essa fala surreal – de pouco caso com a dor das famílias dos mortos – me fez lembrar desses dois vídeos aí.



Shopping

Em meio a essas tristes notícias, que não param de chegar (e que continuarão chegando, pois o Brasil ainda não atingiu o pico da doença), em Blumenau (SC), a reabertura de um shopping teve direito a música ao vivo, comemoração e, claro, muita gente aglomerada. Em Santa Catarina, o governo liberou a retomada dos centros comerciais a partir desta quarta (22).

Maringá

O afrouxamento do isolamento social também ganhou um novo capítulo em Maringá. Nesta quarta, novo decreto municipal liberou o funcionamento de barbearias, salões de beleza, feiras livres e do setor hoteleiro. Há uma série de exigências impostas a esses segmentos para a retomada das atividades (veja aqui). A cidade tem cinco óbitos e 57 casos confirmados, mas esse número vai disparar com o aumento das testagens.



Máscaras

A Prefeitura de Maringá inciou a distribuição de 300 mil máscaras, adquiridas pelo município como medida preventiva ao coronavírus. As primeiras 15 mil máscaras, de um lote inicial de 20 mil unidades, já foram entregues no Terminal Intermodal. As outras 5.000 foram retidas para demandas internas, de servidores em diferentes atividades. Cabe agora, a cada cidadão, o uso da máscara ao sair de casa.

Para refletir


Stand up alemão

Uma coisa que eu realmente curto na web é assistir a stand ups. O gosto por essa forma de humor começou nos anos 90, com Jerry Seinfeld (sim, aquele mesmo, da série Seinfeld). Um achado recente foi a Lea Maria (abaixo) que, infelizmente, tem apenas um vídeo em seu canal. Um só, mas vale a pena!





>>> Saiba mais sobre o colunista
>>> Veja os destaques dos demais colunistas


>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Na UTI do HMM desde o início do mês, ex-secretário Eudes abre os olhos

22/04/2020

Na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Maringá (HMM), desde o dia 1º de abril, o ex-secretário municipal José Eudes Januário vem apresentando melhoras a cada dia, após superar um quadro grave de covid-19. Segundo os médicos, ele já está abrindo os olhos.

Sem a sedação, Eudes pode despertar a qualquer momento – Foto: Divulgação
"O Eudes não acordou completamente, mas a equipe médica informou que ele já abre os olhos de vez em quando", comenta Silvio Januário, irmão do paciente. "As reações a estímulos estão cada vez mais intensos", acrescenta.

Votação da LDO de Maringá deve seguir trâmite normal na Câmara
Decreto permite reabertura de barbearias, salões, feiras livres e hotéis

As informações são baseadas no boletim médico das 17 horas desta quarta (22). "Embora ainda necessite de diálise, Eudes já conseguiu urinar um pouco, o que já demonstra uma pequena recuperação do sistema urinário", relata Silvio.

A recuperação tem sido lenta, mas Eudes tem apresentado sucessivas melhoras. No último dia 16, a sedação foi retirada totalmente. Na ocasião, os médicos explicaram que o paciente poderia levar alguns dias para despertar, por conta do longo tempo de sedação e da paralisação dos rins. 

A covid-19 já foi superada, porém, o exame de sangue apontou uma nova bactéria, que já vem sendo tratada. Ainda segundo os médicos do HMM, a retirada do oxigênio está sendo feita de forma gradual, mas Eudes ainda necessita de respiração mecânica.

Casos do novo coronavírus no mundo passam de 2,5 milhões
☕ Recuperado da covid-19, Silvio Barros defende medidas de isolamento

Possível contágio

Secretário de Serviços Públicos no governo Zé Cláudio (2001 - 2003), o economista Eudes Januário participou da prestação de contas do vereador Mário Verri (PT), realizada em 15 de março. Segundo o Blog do Rigon, no mesmo evento estava Rosângela Antunes Machado da Silva, 54, que faleceu dia 26 vítima da covid-19. É possível que o contágio de Eudes tenha ocorrido naquele evento.



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Votação da LDO de Maringá deve seguir trâmite normal na Câmara

22/04/2020

Enviada pelo Executivo à Câmara Municipal de Maringá, no último dia 15, Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) não estará na ordem do dia da sessão ordinária desta quinta-feira (23). Sem o regime de urgência, o projeto – que tem por objetivo apontar as prioridades do governo para o próximo ano – seguirá o trâmite normal no Legislativo.

Vereadores em sessão ordinária antes da suspensão por conta da covid-19
Vereadores em sessão antes da suspensão por conta da covid-19 – Foto: Marquinhos Oliveira/CMM
De acordo com o presidente da Câmara, Mário Hossokawa (PP), será dada prioridade a matérias relacionadas à pandemia do novo coronavírus (covid-19). "A LDO não tem pressa para ser votada", diz o vereador. "Vamos priorizar aquilo que o prefeito [Ulisses Maia] considera necessário para combater o coronavírus, como crédito adicional ou empréstimos", explica.

☕ Conheça o melhor lugar do mundo para estar durante a pandemia
☕ Conheça sete sites para verificar se a informação é fato ou fake

Com o trâmite normal, a LDO passa primeiro pela análise jurídica da Procuradoria da Câmara. Depois, segue para o crivo da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e de outras comissões permanentes da Casa. Superadas essas etapas, o projeto chega à presidência, onde aguarda para ser incluído na pauta de votação.

"Não é porque chegou que temos de colocar para votar em caráter emergencial", comenta Hossokawa. No entanto, no caso das diretrizes orçamentárias há prazos a serem respeitados. Segundo o líder do prefeito na Câmara, Alex Chaves (MDB), "A LDO tem de ser votada antes do recesso de junho."

Quórum baixo na Câmara pode travar pauta de votação na pandemia
☕ Maringaense na Itália: "Não há lugar para todos nos hospitais"

Sempre assídio nas questões orçamentárias, Sidnei Telles (Avante) diz que a LDO, em seu histórico de votações, não costuma trazer grandes novidades. Normalmente, diz o vereador, o projeto apresenta apenas correções das finanças de acordo com a arrecadação ou por conta de mudanças no organograma, como a criação e extinção de secretarias.


No entanto, Telles entende que uma parte importante dos recursos precisará ser realocada na saúde, devido às demandas geradas pela pandemia do coronavírus. "Minha expectativa é de que [Ulisses e equipe] vão aumentar os recursos para a saúde. Não há uma medicação, quando houver vai ter custo. Não há vacina, e se houver vai ter custo também", diz.

Veja as notícias publicadas sobre a Câmara Municipal
☕ Subsídio do prefeito sobe para R$ 26,3 mil e dos vereadores para R$ 9,6 mil

A sessão desta quinta (23) será a primeira após o período de suspensão das atividades administrativas e legislativas da Câmara de Maringá. O acesso ao plenário segue restrito a vereadores, servidores da Casa e profissionais da imprensa. Munícipes poderão acompanhar os trabalhados pelo canal da Câmara no YouTube.



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Decreto permite reabertura de barbearias, salões, feiras livres e hotéis em Maringá

22/04/2020

Em uma live nas redes sociais, o prefeito Ulisses Maia (PSD) anunciou, na manhã desta quarta (22), mais uma etapa no afrouxamento das medidas de isolamento social adotadas em Maringá como prevenção ao novo coronavírus (covid-19). Desta vez, são autorizados a funcionar feiras livres, salões de beleza, barbearias e o setor hoteleiro – todos com restrições. Essas atividades estavam suspensas desde 20 de março.

Decreto 578/2020 estabelece uma série de exigências para a reabertura
O Decreto 578/2020 (leia aqui) foi enviado à imprensa logo após a live do prefeito. Segundo a Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá, o documento foi finalizado após seguidas reuniões com empresários, visando à prevenção. "A reabertura gradual de segmentos econômicos está alinhada com decisões técnicas baseadas em estudos de disseminação do vírus", diz trecho da nota.

☕ Veja as 12 matérias do Café com Jornalista mais lidas em março

O novo decreto é bem extenso, abordando pormenores de cada atividade. Fornecimento de álcool em gel 70° para funcionários e clientes e o uso obrigatório de máscaras são exigências em comum. A seguir, um resumo das regras impostas a esses estabelecimentos como condição para a retomada das atividades.

Salões e barbearias

Podem funcionar a partir desta quarta (22). Tanto salões de beleza e barbearias funcionarão de terça a sábado, das 9h às 17h, mediante agendamento (sendo proibido aguardar no local). Os clientes não poderão estar acompanhados, o atendimento de crianças e idosos não é recomendado e de pessoas com sintomas de gripe é proibido.

☕ Quórum baixo na Câmara de Maringá pode travar pauta de votação

A higienização dos equipamentos, com álcool em gel 70º, deve ser feita entre cada atendimentos. E o consumo de bebidas no local – algo comum em algumas barbearias – fica proibido.

O decreto proíbe que sejam disponibilizados jornais, revistas e similares. Essa restrição, de certa forma, afronta a liberdade de imprensa, já que os veículos impressos são um dos segmentos da atividade jornalística. Na Itália, por esse motivo, bancas de jornais não fecharam mesmo durante o pior momento da pandemia, por serem consideradas como atividade essencial.

Feiras livres

Reabertura permitida a partir de 27 25 de abril. Feiras livres, orgânica e do produtor poderão funcionar de segunda a sábado, das 7h às 11h e das 16h às 20h. São permitidas no máximo duas barracas por família e dois feirantes por barraca – um para manusear os produtos, outro para lidar exclusivamente com o caixa.

☕ Entrevista – Hossokawa: "Minha opinião é pelo isolamento vertical"

Haverá espaçamento de dois metros entre cada conjunto de duas bancas e distanciamento de dois metros entre os clientes na fila, regra que já se aplica a supermercados, padarias, açougues e outros estabelecimentos. Os feirantes deverão fazer uso de fita de isolamento para manter os clientes a uma distância mínima de um metro dos produtos em exposição.

Setor hoteleiro

Reabertura a partir de 27 de abril. Hotéis, motéis, hostel e pousadas poderão funcionar para o recebimento apenas de hóspedes ligados à área da saúde e de outras atividades essenciais – com exceção feita aos hóspedes mensalistas.

Áreas comuns, como academias, devem ficar fechadas, com possibilidade de delivery nos quartos. Elevador com mais de uma pessoa, só se forem da mesma família. Os hóspedes não podem apresentar sintomas respiratórios.

☕ Relembre os decretos e liminares que reduziram o isolamento social

De acordo com o novo decreto, o descumprimento das medidas "acarretará a responsabilização administrativa, civil e penal dos agentes infratores". A pena prevista é de cassação dos documentos de licenciamento para funcionamento, em conformidade com a legislação municipal em vigor.


Errata: A data de reabertura das feiras é 25 de abril, e não dia 27 conforme informado anteriormente pelo Café. A informação foi corrigida. 



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.