quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Deputados aprovam suspensão de dívidas dos clubes de futebol na pandemia

 17/12/2020_

Café com Jornalista – A notícia em questão talvez desagrade (talvez não) o cidadão comum, pagador de impostos, que não teve arrego na atual crise econômica. A Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (16), projeto de lei que suspende o pagamento das parcelas devidas pelos clubes ao Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut).

O Vasco foi um dos grandes times do país a aderir ao Profut – Foto: Divulgação
A proposta, do deputado Hélio Leite (DEM-PA), segue para sanção presidencial. Três emendas do Senado foram rejeitadas pela Câmara, entre elas a volta da assistência a ex-atletas e atletas em formação.

Segundo reportagem de Francisco Brandão, os deputados também rejeitaram uma emenda que exigia a manutenção de empregos como condição para o clube ter acesso ao benefício da suspensão de dívidas. A terceira emenda rejeitada impunha critérios técnicos para o adiamento de jogos por motivo de saúde coletiva.


Relator do projeto, o deputado Marcelo Aro (PP-MG) disse que a medida é um alento para o setor que, sem a renda dos jogos nos estádios, passa por um momento crítico neste período de pandemia da covid-19. "A torcida está proibida de entrar nos estádios por causa do coronavírus. Passamos por um momento escuro por não ir aos estádios, mas, graças a Deus o futebol continuou e continuamos torcendo de casa pelos nossos times", disse Aro.

A lei suspende, mas não perdoa as dívidas. Ao final do estado de calamidade pública, os clubes de futebol voltarão a pagar os débitos, com as parcelas suspensas sendo incorporadas ao saldo devedor e diluídas nas parcelas restantes.

Profut

Criado em 2015, o Profut renegociou débitos dos clubes de futebol com a Receita Federal, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Banco Central e outros relativos ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). À época, a dívida estimada dos grandes clubes passava de R$ 5 bilhões.



Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 

0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista