quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Profissional da Saúde desabafa sobre a perda de colega que morreu de covid-19

03/12/2020_

Café com Jornalista – Esta quinta-feira (3) foi especialmente dura, triste, para os profissionais da saúde de Maringá. Nessa data, a covid-19 levou uma servidora municipal que atuava na linha de frente no combate à doença. Desta vez, a vítima foi a enfermeira Celina Antonio da Silva Souza, 51 anos.

Solange Marega e Celina Souza (à dir.) – Foto: Reprodução
A servidora de carreira atuava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, que em Maringá é porta de entrada no Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes com suspeita de covid-19. Celina testou positivo para a doença em 23 de novembro – já no novo pico da doença na cidade –, sendo transferida para unidade de terapia intensiva (UTI) três dias depois. Ela deixa três filhos.


A perda causou grande comoção, especialmente em familiares e colegas de Celina. Profissional aposentada da saúde e ex-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá (Sismmar), Solange Marega publicou um desabafo em vídeo, com uma mensagem de luto e um recado a pessoas idiotizadas (a expressão sublinhada é do editor do Café) que atacam os profissionais da saúde que arriscam suas vidas para cuidar dos pacientes com covid-19.

"Eles [servidores da saúde] recebem qualquer pessoa. Recebem pessoas que muitas vezes acusaram eles de estarem falsificando dados, pessoas que desobedeceram as regras. Eles atendem todos, lidando constantemente com as famílias que se sentem ameaçadas de perder seus entes, com as famílias que perderam seus entes. Mas hoje, eles [servidores] estão tendo de lidar mais uma vez com a perda de um colega de trabalho. Sim, a Celina, que atuava na UPA Zona Norte, hoje se foi com covid", disse Solange – assista ao desabafo aqui
Nas redes sociais, Liah Souza comentou a perda da mãe, agradecendo pelas orações e palavras de apoio recebidas. "Minha mãe, Celina Antonio, faleceu hoje 6h30. Infelizmente o coração dela não aguentou", escreveu Liah.


Logo cedo, o prefeito Ulisses Maia (PSD) lamentou a perda, enaltecendo as qualidades de uma servidora que, na linha de frente no combate à doença, arriscava-se para ajudar a salvar vidas em Maringá. "Celina era uma grande profissional. Uma pessoa querida e admirada entre colegas e pacientes. Meus sentimentos aos amigos e familiares", escreveu o prefeito.

A perda também foi lembrada na sessão ordinária da Câmara Municipal, na manhã desta quinta (3). Ao informar sobre a morte da servidora, o vereador Alex Chaves (MDB) pediu um minuito de silêncio em memória de Celina.


Cortejo

No fim da tarde, um cortejo fúnebre em homenagem à enfermeira e coordenadora geral da UPA Zona Norte saiu do Hospital Bom Samaritano, onde Celina esteve internada, fazendo uma parada na UPA. De lá, após a despedida de colegas de trabalho, o cortejo seguiu para o Cemitério Municipal. 

Segundo a Prefeitura de Maringá, a enfermeira estava no serviço público desde 2010. Ulisses acompanhou o cortejo. 

Cortejo em homenagem a Celina – Foto: Aldemir de Moraes/PMM


>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário