sábado, 26 de dezembro de 2020

Crônica: Um novo jornal impresso para Maringá

26/12/2020_

Café com Jornalista – Reza a lenda que, certa vez, um político disse a um jornalista do extinto O Diário, com o intuito de desmerecer o veículo: "Ninguém mais lê jornal". O profissional de comunicação respondeu: "Deixa um jornal dar manchete negativa a seu respeito para ver se não te acordam às 5h30 da madrugada para te avisar a respeito".

Jornal impresso – Foto: Freepik
O fato de existirem pessoas que afirmam que a Terra é plana não altera a realidade, em qualquer hipótese, de que a Terra é redonda. O mesmo se aplica à leitura e a um sem-fim de pessoas que não abrem mão de consumir publicações impressas: jornais, revistas, livros etc. Elas vão continuar gostando dessas publicações – nada virtuais – apesar dos negacionistas. 

Sem O Diário, a responsabilidade de levar aos maringaenses a notícia em papel coube ao Jornal do Povo, do jornalista Verdelírio Barbosa. Agora, correm na cidade rumores de que Maringá ganhará um novo jornal impresso, e que ex-funcionários do jornal do Frank Silva estariam por trás da iniciativa. A informação procede.


Este editor do Café foi convidado a participar do projeto e ajudou nos esforços da primeira edição, que já está na gráfica – ou no forno, como costuma-se dizer nas redações. Será um semanário, de início, mas com a pretensão de ser diário em algum momento num futuro próximo. É o que este jornalista pode antecipar, de momento. 

O novo jornal surge para quem lê, para quem quer estar bem informado, num momento em que as fake news se proliferam nas redes sociais como chuchu em cerca. E fica a torcida para que esse periódico que vem por aí corresponda às expectativas porque nunca antes os jornais foram tão importantes. 


Como costumava dizer o procurador aposentado Manoel Ilecir Heckert, que foi promotor do meio-ambiente em Maringá, "jornal é documento". Ao longo de sua trajetória de sucesso, Ilecir muitas vezes recorreu ao jornal impresso, inclusive O Diário, para embasar ações contra transgressores. Os jornais documentam a história das cidades onde circulam. O Diário fez isso por décadas e, ainda hoje, segue sendo fonte inestimável de pesquisas acadêmicas.

Ficam registrados os votos de que 2021 seja um ano de mais verdades e menos mentiras, de menos covid-19 e mais saúde, de menos ódio e muito mais amor. E que o novo jornal cumpra seu papel de bem informar, com seriedade e responsabilidade. 


 Malha cicloviária de Maringá deve chegar a 55 km

Fim de Ano com Café

Uma série de matérias do Café com Jornalista, com votos de um feliz 2021, sem coronavírus e com muita alegria, paz, amor e dinheiro no bolso. Com agradecimento especial aos apoiadores do Café, os quais têm suas mensagens de fim de ano publicadas nas matérias.  

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário