domingo, 20 de dezembro de 2020

Mais Mulheres No Poder: Eleição para Semulher tem seis candidatas

20/12/2020_

Café com Jornalista – O Movimento Mais Mulheres No Poder (MMNP) apresentou o nome das candidatas que disputarão, em eleição interna, o cargo de secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (Semulher). A lista foi divulgada no blog do movimento, na noite deste sábado (19).

Candidatas do MMNP para o comando da Semulher
Candidatas do MMNP para o comando da Semulher – Fotos: Divulgação
São seis candidatas ao cargo, com remuneração mensal de R$ 13.966,08: Alana Marquezini (PSD), Cristiane Tazinafo (PTC), Evelin Cavalini (Pode), Rose Leonel (Pode), Terezinha Pereira (PP) e Vera Lopes (PSD). Eleição será nesta segunda (21), em reunião do movimento.


Todas foram candidatas nas eleições deste ano. Cristiane concorreu como vice de Annibal Bianchini (PTC), que somou 1.005 votos (0,55% dos válidos na majoritária). As demais concorreram a vereadora, sendo Evelin e Vera as mais votadas entre as cinco, com 760 e 753 votos, respectivamente. A menos votada foi Terezinha, com 159 apoios nas urnas.

O MMNP ganhou do prefeito Ulisses Maia (PSD), recentemente, o direito de indicar a secretária da pasta. Para a escolha, foi estabelecido um colégio eleitoral formado por cinco voluntárias e pelas 72 candidatas a vereadora ligadas ao movimento – que, juntas, somaram 27.695 votos nas eleições municipais deste ano.


A esse colegiado caberá a decisão de escolher o nome a ser indicado ao prefeito para comandar a Semulher. "Ninguém falou em lista em nenhum momento. Nos foi pedido a indicação de um nome, que será escolhido pelo movimento pelo maior número de votos", disse a vereadora eleita Professora Ana Lucia (PDT), sobre rumores de que Ulisses poderia escolher a partir de uma lista tríplice.

Só o começo

Uma das principais lideranças do MMNP, Ana Lucia classifica a indicação para a Semulher como um avanço. Contudo, para a professora da Universidade Estadual de Maringá (UEM), isso ainda não é o suficiente.


Na campanha, Ulisses assinou uma Carta Compromisso do MMNP, comprometendo-se a nomear mulheres para 50% dos cargos do primeiro e segundo escalão da Prefeitura de Maringá. Outro compromisso assumido pelo prefeito, sem ressalvas, foi a destinação de 4% do orçamento do município para políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher.

A carta foi entregue a todos os prefeituráveis, sendo que a maioria se comprometeu com as reivindicações. Agora, segundo Ana Lucia, o MMNP não abrirá mão do cumprimento daquilo que foi acordado na campanha. A Semulher, diz ela, entrará para o cálculo dos 50%. 


Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

>>> Eleições 2020

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário