terça-feira, 15 de setembro de 2020

Maringá se despede do ex-vereador Paulo Mantovani, o 'Homem da Moringa'

15/09/2020_

Café com Jornalista, com CMM – Maringá lamenta a perda de uma das suas figuras mais conhecidas no meio da comunicação. O comunicador e ex-vereador Paulo Mantovani, 72 anos, morreu nesta segunda (14) no Hospital Santa Rita, onde estava internado para retirada de um tumor no pulmão.

O velotório terá início às 10 horas desta terça-feira (15), no plenário da Câmara Municipal. A sessão ordinária do dia foi cancelada, e a Casa de Leis decretou luto oficial e ponto facultativo. Mantovani deixa dois filhos.

Velório de Paulo Mantovani será no plenário da Câmara de Maringá, nesta terça (15)
Natural de Colorado (PR), Mantovani foi eleito vereador em Maringá para quatro legislaturas: 8ª Legislatura (1983 a 1988), 9ª (1989 a 1992), 11ª (1997 a 2000) e 12ª (2001 a 2004). Desempenhou papel de liderança na Câmara, chegando a ser vice-presidente da Casa, entre 1985 e 1987.


Vereadores mais experientes, que chegaram a dividir o plenário com Mantovani, lembraram da atuação do ex-vereador. "Perdemos um grande homem, um grande amigo. Foi meu companheiro de trabalho por muitos anos e um grande apresentador sertanejo. Meus sentimentos a toda família e amigos", disse o vereador Belino Bravin (PSD).

Presidente da Câmara, Mário Hossokawa (PP) lembrou que, desde a década de 1980, teve a oportunidade de atuar em diversas causas e projetos ao lado de Mantovani. "Foi um homem preocupado com o desenvolvimento da nossa cidade e também com o bem-estar da população", comentou.

Nas redes sociais, Hossokawa lembrou que os últimos dias foram de duras perdas para Maringá. "Dias tristes. Kenji Ueta, Frank Silva e Kenzo Nakagawa nos deixaram no fim de semana. Hoje [ontem], Paulo Mantovani, ex-vereador e pai do colega vereador Flávio Mantovani, perdeu a batalha contra um câncer no pulmão", escreveu.


Para os maringaenses mais jovens, Paulo Mantovani era conhecido como pai do verador Flávio Mantovani (Rede). Para os mais antigos, ele era o famoso "Homem da Moringa". Com o programa televisivo "Prosa Sertajena" e com o talento nato para a comunicação, ficou conhecido em toda a região. 

"Meu Pai, meu mestre e minha referência, com ele aprendi a gostar da política e servir a comunidade, aprendi a ser um comunicador de TV, aprendi a amar ainda mais Maringá. Infelizmente, ele nos deixa, o eterno homem da moringa", escreveu Flávio Mantovani.
Diversas lideranças políticas manifestaram condolências das redes sociais. "Mais um grande amigo nos deixou: Paulo Mantovani. Muito atencioso e um profissional extremamente importante no meio da comunicação maringaense. Trabalhou com minha mãe na assistência social", escreveu o deputado federal Ricardo Barros (PP), ao prestar condolências à família Mantovani. 


Após a publicação da matéria, o historiador da Universidade Estadual de Maringá (UEM) Reginaldo Dias enviou ao Café uma informação interessante: "Paulo Mantovani foi o vereador mais bem votado em 1982, quando estreou na vida política".



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário