sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Pastor Everaldo, que batizou Bolsonaro no Rio Jordão, é preso; Witzel é afastado do governo do RJ

28/08/2020_

Café com Jornalista – A política nacional tem, nesta sexta-feira (28), uma manhã agitada. Cumprindo ordem do Superior Tribunal de Justiça, a Polícia Federal (PF) realizou operação para afastar do cargo o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

Bolsonaro batizado por Pastor Everaldo no Rio Jordão. Café com Jornalista
Pastor Everaldo no batismo de Bolsonaro e filhos no Rio Jordão, em 2018
O presidente do partido do governador, Pastor Everaldo, foi preso. A operação também inclui mandados de busca e apreensão e de prisão de pessoas próximas a Witzel. No total, são 17 mandados de prisão, sendo 6 preventivas e 11 temporárias, e 84 de busca e apreensão – veja aqui


Em maio, na Operação Placebo, a PF já havia realizado buscas na residência oficial do governador, o Palácio das Laranjeiras. A Operação Tris in Idem, desta sexta, que visa a apurar um suposto esquema de desvios de recursos públicos, são desdobramentos da Placebo.

De acordo com a investigação do Ministério Público Federal, a partir da eleição de Witzel, foi estruturada no governo do RJ uma organização criminosa, dividida em três grupos que disputaram o poder com o pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos. 


"Liderados por empresários, esses grupos lotearam algumas das principais pastas estaduais – a exemplo da Secretaria de Saúde – para implementar esquemas que beneficiassem suas empresas. O principal mecanismo de obtenção de recursos financeiros pelos grupos era por meio do direcionamento de licitações de organizações sociais, mediante a instituição de uma 'caixinha de propina' abastecida pelas OSs e seus fornecedores, e a cobrança de um percentual sobre pagamentos de restos a pagar a empresas fornecedoras do estado", diz a Procuradoria Geral da República (PGR), em nota.

Everaldo

Os policiais chegaram ao apartamento do Pastor Everaldo, na Zona Oeste do Rio, por volta das 6 horas. Ele foi conduzido à sede da PF no Rio, na Praça Mauá, pouco antes das 8h30. O presidente do PSC é acusado de participar do esquema de corrupção.


Em 2014, Pastor Everaldo foi candidato à presidência da Repúbica, terminando na quinta colocação. Ele também foi chefe da Casa Civil no governo Garotinho. No meio religioso, Everaldo é conhecido por ter batizado nas águas do Rio Jordão (Israel), em 12 de maio de 2018, o presidente Jair Bolsonaro (à época deputado federal). Witzel também foi batizado pelo pastor.

Hoje, Bolsonaro e Witzel são rivais políticos.


Defesa

Em nota, a defesa do Pastor Everaldo afirmou que "reitera sua confiança na Justiça". O PSC disse que tanto o pastor quanto Witzel sempre estiveram à disposição das autoridades. O governador, que enfrenta um processo de impeachment, disse ter recebido com "grande surpresa" a decisão monocrática para seu afastamento do cargo.


>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição. 
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário