quarta-feira, 24 de junho de 2020

Carstens na CPI: "declaração de Biatto ocorreu num momento de estresse excessivo"

24/06/2020_

Criada para investigar contratos da Secretaria de Saúde de Maringá nos últimos 12 meses, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia sabatinou, nesta terça (23), o secretário de Patrimônio, Compras e Logística (Sepat), Paulo Sérgio Carstens. A reunião foi realizada no plenário da Câmara Municipal, com transmissão pelo YouTube.

Secretário Paulo Sérgio Carstens. Café com Jornalista
Secretário Paulo Sérgio Carstens – Foto: Reprodução/TV Câmara
A sabatina com Carstens começou com o relator Sidnei Telles (Avante) lendo transcrições de falas do secretário Jair Biatto (Saúde) numa reunião do grupo de compras emergenciais da covid-19. Declarações de Biatto naquela reunião e também em sessão da Câmara resultaram na abertura da CPI.

"Desde que eu estou na Prefeitura, vou ser bem sincero, há quatro anos, tudo o que o município compra, por ser licitado, é duas ou três vezes mais caro que o privado. Isso é a realidade de qualquer prefeitura", disse Biatto, em declaração relembrada por Telles na CPI.
Todos os membros da comissão puderam fazer perguntas. Nos questionamentos, foi destacado que a fala de Biatto se referia a "tudo o que o município compra", não se limitando à área da Saúde. "Lá atrás, mostramos que um tubo de coleta de sangue era três vezes mais [caro] pago pelo município que pela rede privada. O valor do antibiótico também é assim", disse Biatto, em outra fala lida por Telles.

Carstens classificou Biatto como "uma pessoa extremamente idônea", dizendo acreditar que a fala do secretário de Saúde ocorreu num momento de estresse em meio a uma crise sem precedentes. "Uma crise dessa magnitude gera para o administrador da crise um estresse excessivo", disse o sabatinado.

Na sequência, o secretário da Sepat contestou a declaração de Biatto de que o município paga até três vezes mais que a iniciativa privada por determinados produtos. "Todas as compras seguem critérios rígidos de cotação e de banco de preços", disse Carstens. "São pouquíssimos medicamentos que nós pagamos a mais, e esses que pagamos a mais são insignificantes", acrescentou.

Na opinião de Carstens, a CPI não deveria ter sido instaurada. Ele argumentou que a fala de Biatto não será comprovada pelo fato de não ser verídica. Sobre as compras na pandemia, o secretário informou que, de fato, os preços aumentaram por conta de um oportunismo do mercado, mas que essa alta exorbitante dos preços ocorreu para todos, tanto para o poder público quanto para a iniciativa privada.

Veja aqui como foi a sabatina, na íntegra. 

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Sobre a CPI

Biatto terá sua chance de se explicar à CPI. Segundo o presidente da comissão, Flávio Mantovani (Rede), uma sabatina com o secretário de Saúde está prevista para um segundo momento. Os trabalhos seguirão, agora, com a análise de documentos repassados pelo Observatorio Social de Maringá (OSM) e pela Prefeitura. Mais de 900 processos de compras da Saúde serão revisados.

Além de Mantovani e Telles, são membros da CPI da Pandemia os vereadores Mário Verri (PT), Alex Chaves (MDB) e Chico Caiana (PTB). A CPI tem o prazo de 90 dias, prorrogáveis por 45, para concluir os trabalhos, apontando possíveis irregularidades. 

 Maringá bate recorde de novos casos de covid-19 em 24h



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário