quarta-feira, 10 de junho de 2020

Novo decreto impõe isolamento parcial no feriadão de Corpus Christi em Maringá

10/06/2020_

A Prefeitura de Maringá publicou no Órgão Oficial do Município (OOM), no fim da tarde desta quarta (10), decreto que impõe isolamento social parcial no feriadão de Corpus Christi. Não se trata de um lockdown (confinamento total) porque o comércio, por exemplo, poderá abrir na sexta-feira (12), Dia dos Namorados.

Decreto 856/2020 da covid-19 em Maringá. Café com Jornalista
Leia o decreto na íntegra
O objetivo das medidas adotadas no Decreto 856/2020 é reduzir a propagação do novo coronavírus (covid-19), diante do aumento do número de casos confirmados da doença na cidade. "Com isso, temos quatro dias de um feriado prolongado para isolamento, porque estamos tendo um aumento dos casos. Não é para viajar, fazer festa, churrasco em chácara", disse o prefeito Ulisses Maia (PSD), em live realizada às 17h.


De acordo com o decreto, nesta quinta (11), feriado de Corpus Christi, e também no sábado e domingo (dias 13 e 14) ficam proibidas todas as atividades econômicas. As exceções são: farmácias, supermercados, mercearias, açougues, peixarias, feiras-livres, serviços de alimentação, postos de combustíveis, distribuidores de água e gás.

Na sexta-feira (12), ficam proibidas as seguintes atividades: 1) Indústrias de produtos não essenciais; 2) Construção civil; 3) Prestação de serviços de empresas e profissionais autônomos, exceto atendimentos emergenciais em clínicas médicas, odontológicas e veterinárias; 4) Serviços públicos não essenciais.


Há questões bem específicas no decreto, como a autorização para "funcionamento de indústrias de produtos não essenciais cujo processo de produção não possa sofrer interrupção sem provocar perda ou deterioração do bem ou produto fabricado". Por isso, o Café recomenda a leitura do decreto na íntegra

Para alegria dos lojistas, o decreto permite a abertura do comércio na sexta, desde que respeitadas as regras de distanciamento e horário de funcionamento impostos pelos decretos anteriores. O uso de máscara segue obrigatório na cidade.

Livro Orfeu & Violeta. Amazon. Luiz Fernando Cardoso. Café com Jornalista

Horário do decreto

Três vereadores ouvidos pelo Café criticaram o horário em que o decreto foi publicado no OOM. Segundo eles, as medidas para o feriado prolongado poderiam ter sido informadas mais cedo, dando aos profissionais das áreas afetadas tempo hábil – no horário de expediente – para a reorganização de suas agendas.

"Por que [a administração] ficou o dia todo sem falar nada pra ninguém do que ia acontecer, anunciando essas questões só no final da tarde? Como é que as pessoas vão cancelar a agenda [que tinham para sexta] e sábado", disse Mário Hossokawa (PP), presidente da Câmara.
Hossokawa tem criticado o fato de vereadores serem deixados de lado na definição de medidas adotadas pela Prefeitura nesta pandemia. "Ficou todo mundo tenso hoje, procurando os vereadores para ver se a gente estava sabendo de alguma coisa. Por que logo cedo [o prefeito] não anunciou essas medidas?", questionou.


Mário Verri (PT) concorda que o prefeito poderia ter publicado o decreto durante o dia, e não no fim da tarde. "As pessoas não se organizaram para isso, como construção civil, serviços e outros", comentou. No entanto, o petista avalia que existe a real necessidade da medida adotada para evitar o avanço do vírus na cidade.

Sidnei Telles (Avante) disse que a publicação do decreto, no fim da tarde, causa um transtorno desnecessário. "Fico olhando e não consigo entender a lógica, inclusive de não ser dado tempo para que as pessoas possam tomar as providências necessárias de cancelamento dos atendimentos que estavam programados", comentou.


Em um vídeo publicado nas redes sociais, Telles cobrou transparência do município nos critérios técnicos do fechamento de alguns setores em detrimento de outros que, segundo ele, costumam causar mais aglomeração, como é o caso do comércio. "Transparência é fundamental", disse Telles. "Quero os dados técnicos. Quero saber por que [o Executivo] está tomando esta medida e não aquela", acrescentou.

Em sua live, Ulisses explicou que a Prefeitura dará, com este decreto, início a um rodízio de atividades, a fim de evitar o avanço do coronavírus. Da próxima vez, poderá ser a vez de o comércio ficar fechado. Segundo o prefeito, "com isso, a gente evita a necessidade de lockdown na semana que vem".



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário