sexta-feira, 8 de maio de 2020

Luigi Ricciardi: 'Que Fim Levou Juliana Klein', 'A Mulher Que Ri' e 'Onde se Amarra a Terra Vermelha'

Maringá 73 anos: Melhores livros de escritores maringaenses_


Graduado e mestre em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e doutor em Literatura Contemporânea pela Unesp, Luigi Ricciardi (nome literário de Luís Cláudio Ferreira Silva) é professor de Literatura e Língua Francesa. Escritor e crítico literário, editor do blog e do canal Acrópole Revisitada. Tem dois livros publicados: É autor dos livros "A aspereza da loucura" e "Criador e Criatura". Para Ricciardi, os melhores livros de autores maringaenses são:



Que Fim Levou Juliana Klein

Da Editora Record. É o segundo livro de Marcos Peres, escritor vencedor dos Prêmios Sesc e São Paulo com "O evangelho segundo Hitler". "Juliana Klein" é um romance de um detetive com a cara deste século. É um livro policial bem desenvolvido, com um fechamento diferenciado. O mote da narrativa é de cunho filosófico e reúne duas famílias curitibanas de origem alemã, que são rivais históricos: os Klein e os Koch. O desaparecimento de Juliana Klein é que coloca em cena o detetive maringaense Irineu de Freitas, que se desloca da Cidade Canção para Curitiba na tentativa de resolver o mistério.

A Mulher Que Ri 

De Thays Pretti, pela Editora Patuá). Esse é o primeiro livro de contos da autora. Todos os 18 textos possuem protagonistas mulheres, sendo quase todos escritos em terceira pessoa. Thays prefere a economia de linguagem e a busca pela sensação das palavras, quase poéticas, em meio a suas narrativas. É um livro que colabora com a reflexão do papel da mulher na sociedade atual. Um bom e convidativo volume de contos para se ler em um final de semana.

 

Onde se Amarra a Terra Vermelha

De Marco Cremasco, pela Nave Editora. Trata-se do livro de crônicas do vencedor do primeiro Prêmio Sesc de Literatura. De maneira poética, o autor trabalha a questão da memória em quase todo o livro. Tem um ritmo predominantemente oral e uma cadência de texto que aproxima a prosa à poesia, fazendo com que as brincadeiras de criança em uma cidade pequena se tornem um universo à parte na mente de um menino, observado por olhos já adultos.


Rogério Calazans - Maringá 73 anos

☕ Maringá 73 anos: Cidade encanta até mesmo os parisienses
☕ Leia outras matérias do especial Maringá 73 anos

Clique na imagem para voltar à página inicial da reportagem



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário