quinta-feira, 28 de maio de 2020

CPI da Pandemia: Mantovani assume presidência, Telles a relatoria e Jamal renuncia

28/05/2020_

O que havia sido pré-acordado na terça-feira (26), data da criação da CPI da Pandemia, confirmou-se na reunião realizada na manhã desta quinta (28). A comissão parlamentar de inquérito que analisará as compras da Secretaria Municipal da Saúde, nos últimos 12 meses, terá como presidente Flávio Mantovani (Rede) e como relator Sidnei Telles (Avante).

A abertura da CPI foi motivada pela fala do secretário de Saúde, Jair Biatto, que tratou como "comum" o município pagar até três vezes mais que a rede privada por determinados produtos.

Reunião da CPI da Pandemia
Membros da CPI da Pandemia na reunião desta quinta – Foto: Gabinete Flávio Mantovani
Ficaram como membros Mário Verri (PT), Alex Chaves (MDB) e Dr. Jamal (PSB), que cumpriu com o que prometera na abertura da CPI, renunciando ao cargo. Como as bancadas e blocos partidários haviam indicado apenas quatro membros para a CPI, a escolha do quinto nome (de Jamal) se deu por votação na sessão de terça.

"Dr. Jamal leu carta de renúncia onde elencou como motivos a proximidade, pela profissão, com vendedores de medicamentos e laboratórios, o que prejudicaria a imparcialidade dos trabalhos. Também expos verbalmente que seu horário de trabalho na rede privada é incompatível com os horários da CPI, não sendo possível a conciliação de horários", explica Mantovani.
A comissão ofereceu, então, a vaga ao outro membro do PSB, William Gentil, conforme orienta o Regimento Interno da Câmara. O vereador recusou o chamado, alegando não estar de acordo com a análise das compras da Saúde nos últimos 12 meses. O requerimento de CPI apresentado por Gentil e Jamal, que sugeria a investigação de todo o período do governo Ulisses Maia (PSD) e de todas as secretarias, não vingou por falta de assinaturas. 


Mantovani repetiu a explicação dada na sessão de terça, quando tentou converncer Jamal a participar da CPI, de que fatos suspeitos anteriores aos 12 meses poderiam ser inclusos na investigação, caso Gentil os apontasse. Ainda assim, o vereador declinou do convite.

Sem a participação de Jamal e Gentil – que tanto queriam uma CPI – a definição de quem ocupará a quinta vaga passa a ser do presidente da Câmara, Mário Hossokawa (PP), que fará a nomeação por sua livre escolha. A expectativa é de que isso ocorra ainda nesta quinta, bem como a publicação da portaria que institui oficialmente a CPI da Pandemia.

CPI da Pandemia

A investigação deverá ocorrer no prazo de 90 dias, podendo ser prorrogada por mais 45 dias. Esta é a quarta CPI aberta na atual Legislatura. As outras três CPIs investigaram supostas irregularidades na concessão da TCCC (transporte público urbano), no Parque Industrial e no Terminal Intermodal.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário