sexta-feira, 15 de maio de 2020

Requerimento pede que Prefeitura disponibilize dados dos depósitos feitos para o Fundo Covid

15/05/2020_

A Câmara Municipal aprovou, na sessão de quinta-feira (14), um requerimento sobre o Fundo Covid. Aprovado pelo Legislativo em 31 de março e sancionado em abril pelo prefeito Ulisses Maia (PSD), o fundo corre o risco de "não pegar" por falta de transparência

Sidnei Telles
Vereador Sidnei Telles, autor do requerimento – Foto: CMM
Autor do requerimento, Sidnei Telles (Avante) questiona o prefeito se há possibilidade de disponibilizar, no site da Prefeitura de Maringá, em campo específico, dados específicos de depósitos feitos para o Fundo Covid. 


O fundo foi criado para receber a doação de valores correspondentes ao reajuste de 4,3% (condedido durante a pandemia) dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, vereadores, secretários e outros cargos comissionados. Essa reposição da inflação, em tempos de crise, indignou parte da população, motivando a criação do fundo

Contudo, um mês e meio após a aprovação da lei, as autoridades locais praticamente não falam mais sobre o fundo, aprovado por unanimidade. Uma das exceções é o autor do requerimento. No início do mês, em sessão ordinária, Telles confirmou que fará as doações e convidou os demais vereadores a fazerem o mesmo. 


Se todos doarem (incluindo prefeito, vice e secretários), o Fundo Covid pode arrecadar até R$ 78 mil somente em 2020. De acordo com a lei, essas doações serão nominais e poderão ser conferidas pela população. No entanto, por falta de transparência, essa checagem não está disponível nem no site da Prefeitura nem no da Câmara. 

A Prefeitura tem 15 dias, prorrogáveis por mais 15, para dar respostas aos requerimentos aprovados pelos vereadores em plenário. 




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista