quarta-feira, 27 de maio de 2020

Cafeinado: A indignação seletiva nas operações da Polícia Federal, ontem e hoje

27/05/2020_

O intervalo foi apenas 24 horas entre duas operações de repercussão nacional realizadas pela Polícia Federal (PF), que cumpriu decisões do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). A reação dos apoiadores mais assíduos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mudou completamente da noite para o dia, num comportamento que pode ser classificado como "indignação seletiva".

Imagem: Assessoria/PF
Ontem (26), autorizada pelo STJ, a Operação Placebo baixou em endereços oficiais e particulares do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), adversário político de Bolsonaro. A PF cumpriu 12 mandados de busca e apreensão em investigação de desvios na Saúde do RJ. Os bolsonaristas vibraram como se fosse um gol do Brasil em final de Copa do Mundo, e foram dormir satisfeitos.

Na manhã de hoje (27), sob ordens do STF, a PF realizou     , entre eles o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), o empresário Luciano Hang e os blogueiros Allan dos Santos e Winston Lima (veja aqui a lista completa). A ação investiga a produção de fake news e ameaças ao STF. Os bolsonaristas vão dormir irritados.

Witzel

Na primeira das duas operações, o ministro Benedito Gonçalves (STJ) autorizou a PF a apreender celulares do governador do Rio e de sua esposa. Eles são suspeitos na investigação que apura irregularidades na construção e administração de sete hospitais de campanha, no valor de R$ 835 milhões. Witzel negou participar de qualquer esquema, acusando Bolsonaro de usar a PF para persegui-lo.


Deputados

A operação desta terça foi autorizada por Alexandre de Moraes (STF), relator do inquérito das fake news. O ministro determinou que os seguintes deputados federais deverão ser ouvidos no inquérito em até dez dias: Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-SP), Daniel Silveira (PSL-RJ), Filipe Barros (PSL-PR), Luiz Phillipe Orleans e Bragança (PSL-SP) e Cabo Junio Amaral (PSL-MG) – além de dois deputados estaduais de SP: Douglas Garcia (PSL) e Gidelvanio Santos Diniz, o "Carteiro Reaça" (PSL). Veja o que dizem os deputados.

Fake news


O professor Villa comentou em seu canal a operação da Polícia Federal que investiga a produção de fake news e ataques ao Supremo. Confira. 

Imprensa

Após sucessivas agressões da parte de bolsonaristas (estimuladas pelo próprio presidente), e sem a garantia de segurança, os grupos Globo, Folha e Band, o jornal Correio Brasiliense e o site Metrópoles, entre outros veículos, decidiram retirar seus repórteres da cobertura do Palácio do Alvorada – residência oficial do presidente da República. No Twitter, Bolsonaro ironizou: "Que pena!"

Centrão

A saída do ex-ministro da Justiça Sergio Moro do governo federal, em 24 de abril, causou uma ruptura na base ideológica de apoio do presidente Bolsonaro. Enfraquecido no Congresso e temendo a abertura de um processo de impeachment, o presidente recorre agora ao Centrão, entregando cargos em troca de apoio – a velha política do "toma lá dá cá" que ele tanto criticou na campanha eleitoral de 2018. De acordo com Malu Mões, do portal IG, sete cargos importantes já foram entregues.

Meme


Bolsonaro e o ex-deputado federal Roberto Jefferson

Arrecadação

Em prestação de contas da Prefeitura de Maringá na Câmara Municipal, na terça (26), o secretário Orlando Chiqueto (Fazenda) disse que a administração já trabalha com uma queda na arrecadação por conta da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. No primeiro quadrimestre, a Prefeitura arrecadou R$ 658 milhões – ouça a entrevista na CBN

Covid-19

Maringá segue com seis óbitos pela doença, mas o contágio segue uma escalada diária. Já são 320 casos confirmados e 27 pacientes internados (incluindo os suspeitos). São três motivos principais para a disparada nos casos: o recente surto no hospital psiquiátrico, a reabertura da atividade econômica e o aumento das testagens. Todos esperamos que o vírus não fuja do controle.

Transparência

Maringá ocupa o terceiro lugar no ranking dos portais da transparência dos 399 municípios paranaenses, publicado pelo Tribunal de Contas do Estado. A listagem tem como base o Índice de Transparência da Administração Pública (ITP) de cada Prefeitura. A informação é do Portal do Rigon.

CPI da Pandemia

A comissão parlamentar de inquérito criada pela Câmara de Maringá para apurar supostas irregularidades nas licitações da Saúde definirá, nesta quinta (28), as funções de cada um dos seus membros. Se o acordo prévio entre os veereadores for mantido, Flávio Mantovani (Rede) será o presidente, Sidnei Telles (Avante) será o relator, e Mário Verri (PT), Alex Chaves (MDB) e Dr. Jamal (PSB) ficarão como membros.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)


A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário