quarta-feira, 6 de maio de 2020

Cafeinado: Ver autores de fake news presos seria a realização de um sonho

06/05/2020

A autora daquele vídeo com a fake news sobre caixões que teriam sido enterrado com pedras em Belo Horizonte, ao invés de vítimas do novo coronavírus (covid-19), pediu desculpas. Procurada pela polícia, a mulher (que nesse caso também pode ser tratada pelo adjetivo de imbecil) se apresentou a uma delegacia da Polícia Civil em Jacutinga, no interior de Minas Gerais. 

Autora da fake news sobre caixões com pedras em Belo Horizonte

Pessoas que espalham boatos sobre a covid-19 zombam dos mortos, da dor de seus familiares e também dos profissionais de saúde, que arriscam a vida na frente de batalha contra o vírus. Só com a punição a essas pessoas os casos de fake news vão diminuir. A boa notícia é que, segundo a polícia, aquela mulher (veja mais sobre ela aqui) pode pegar até nove anos de prisão. Só pedido de desculpas, depois de feito o estrago e do pânico causado, não basta.

Sonhos

Faz parte da natureza humana ter sonhos: ganhar na loteria, passar em concurso público, concluir uma faculdade, morar na praia depois de se aposentar, viajar o mundo, ter a casa própria etc. Eu tenho vários, e um deles é ver os autores de fake news passarem alguns bons anos na cadeia. Não tenho notícia de que isso tenha ocorrido de fato no Brasil, então, espero mesmo que aquela mentirosa de MG seja a primeira de muitos. E que pessoas importantes, que cometem esse tipo de crime, também paguem por isso. 

Colabore

Muitas pessoas espalham fake news por má-fé, mas ainda prefiro crer que a maioria o faz por ignorância mesmo. A essas pessoas, é importante reforçar sempre o predido para que nunca compartilhem nada sem checar. Na dúvida, é importante pesquisar nos sites de fact-checking (veja sete deles aqui) para rebater o boato. E não deixe de desmentir os boatos quando os vir publicados nas redes sociais. 

Meme

Com vocês, as caras e bocas do ministro da Saúde, Nelson Teich:


Mortes

De acordo com o boletim do Ministério da Saúde, nesta quarta (6), o Brasil registrou 615 novos óbitos pela covid-19, totalizando 8.536 vítimas fatais. É muita coisa, e ainda vai piorar. Por isso, fico surpreso com as pessoas que seguem minimizando a covid-19. É preciso que esses indivíduos percam um parente ou amigo próximo para se sensibilizarem? Não pode ser tão difícil assim compreender que não se trata apenas números. Todas essas pessoas mortas podem até ser desconhecidos para nós, mas certamente eram amadas pelos seus.   

Recuperados 1

Tenho notado uma campanha de pessoas pedindo para que seja divulgado pela imprensa o número de recuperados no lugar do número de mortos. Isso é uma incoerência sem tamanho. Nunca, em qualquer tempo, em qualquer doença, com ou sem pandemia, o número de curados teve o mesmo espaço na mídia que o de óbitos. A razão é óbvia: quantas vezes na vida a gente pega gripe e se recupera? E quantas vezes na vida alguém pode morrer de gripe? Vejo que para defender seus políticos de estimação, as pessoas não se importam em parecer estúpidas. 

Recuperados 2

Feita de devida ressalva, o Ministério da Saúde também divulgou o número de casos confirmados de covid-19 (125.218) e de recuperados (51.370). Num cenário de gritante falta de testes e de subnotificações até mesmo das mortes, o total de recuperados não quer dizer muita coisa. De nada adianta enaltecer a alta no número de curados diante de 600 mortes por dia. Ainda não há motivo algum para comemorar, ou o Brasil tem leitos de UTI e respiradores para todos os pacientes e eu não fiquei sabendo?   

Estados

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, com 3.045 mortes por covid-19. Os demais Estados (e o número de óbitos) são: Rio de Janeiro (1.205), Ceará (848), Pernambuco (803), Amazonas (751), Pará (392), Maranhão (291), Bahia (160), Paraná (101), Espírito Santo (145), Minas Gerais (97), Paraíba (92), Rio Grande do Sul (97), Alagoas (89), Rio Grande do Norte (72), Santa Catarina (59), Amapá (56), Goiás (45), Distrito Federal (34), Acre (33), Piauí (30), Sergipe (23), Rondônia (33), Mato Grosso (13), Roraima (13), Mato Grosso do Sul (10) e Tocantins (9).

Maringá

A cidade se mantém com baixa ocupação dos leitos e com os mesmos cinco óbitos, o que é uma ótima notícia. No entanto, o número de casos confirmados vai aumento aos poucos, dia a dia, chegando a 106 nesta quarta. A tendência é que esse número dispare, basicamente, por dois motivos: 1) Estão sendo feitos bem mais testes do que antes; 2) O significativo afrouxamento no isolamento social (quase tudo reabriu e muita gente não usa máscaras) vai ter consequências. 

Eudes

Outra boa notícia: o ex-secretário municipal Eudes Januário, que está há 40 dias na UTI do Hospital Municipal de Maringá, está melhor a cada dia. Segundo boletim médico, ele está desde terça sem o suporte do ventilador para respirar. O Café publicou matéria sobre o quadro clínico e a evolução de Eudes (leia aqui). 

Viagem

Para você que tem condições de fazer uma viagem internacional (apesar do dólar), e que prefere mais as belezas naturais do que as cidades ou os parques temáticos, ouso dar uma sugestão: o litoral angolano. Fiquei encantado com essa praia na província de Namibe. É bonito ou não é? Já tive a oportunidade de viajar para a África do Sul (onde estudei inglês), e gostaria muito de conhecer outros países daquele continente. 


PS.: Se o vídeo não carregar, clique aqui para assistir. Deixe seu comentário sobre esse belo lugar em Angola. 





>>> Geral
>>> Artigos

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)


A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.


Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário