sexta-feira, 8 de maio de 2020

Atila Iamarino: 'O Brasil ruma para ser o país líder em óbitos por covid-19'

08/05/2020

O Brasil já tem registrado mais de 600 mortes por dia pelo novo coronavírus (covid-19), e a situação ainda vai piorar. E quando isso ocorrer, ninguém poderá dizer que foi por falta de aviso. Segundo o doutor em microbiologia pela Universidade de São Paulo (USP) Atila Iamarino, as previsões para para o país não são nada boas.


"O Brasil ruma para ser o país líder em número de novos casos, se conseguir registrar esses casos,
e de óbitos", comenta Iamarino, em um dos seus mais recentes vídeos no YouTube. "Os Estados Unidos estão com o registro de mais de mil óbitos por dia, mas estão em declínio [na curva de contágio]", explica.

É arriscado afrouxar as medidas de prevenção contra a covid-19
☕ Ver autores de fake news presos seria a realização de um sonho

Ao contrário dos EUA, no Brasil o pior ainda está por vir. Segundo Iamarino, os países com situação preocupante são aqueles em que uma pessoa com covid-19 infecta outras duas ou mais. "No Brasil, com base no número de mortes e de casos, cada pessoa doente infecta por vota de 2,8", diz.

É esse alto nível de contágio que fez a situação fugir do controle em cidades onde já não há mais leitos de UTI e respiradores para todos. Para piorar, casos de subnotificação passam a falsa sensação de que a doença está sob controle. "Estamos com caso de subnotificação seríssimo de 90%", comenta o especialista.

☕ Conheça sete sites para verificar se a informação é fato ou fake
☕ Leia outras matérias do especial Maringá 73 anos

Entrevistado pelo programa Roda Viva (TV Cultura), no fim de março, Iamarino já avisava sobre o cenário que estava por vir e que, agora, semanas depois se tornou realidade. Suas análises são baseadas em pesquisas sérias, como do Imperial College e da Fiocruz. Assista ao vídeo.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Editor

Minha foto
Graduado em Jornalismo e pós-graduado em Jornalismo Digital, o editor do Café com Jornalista tem 20 anos de experiência na profissão. Especialista na cobertura de política, o jornalista trabalhou nos jornais Diário do Sudoeste, Jornal de Beltrão, Diário do Norte, O Diário de Maringá e Notícias do Dia, onde foi editor-chefe. Foi estagiário na Deutsche Welle (DW), em Bonn (Alemanha), e colaborador da Folha de S.Paulo e Gazeta do Povo. É escritor autor de três e-books: Orfeu e Violeta, Quero Café! e Nas Curvas de Maringá (pesquise na Amazon). Siga no Twitter: @LF_jornalista