terça-feira, 7 de abril de 2020

Thiago Ramari: 'A Peste' e 'O Filho de Mil Homens'

Dicas de livros para o período de isolamento social


O primeiro, adequado ao momento, é "A Peste", do escritor franco-argelino Albert Camus. O livro trata sobre o reaparecimento da peste bubônica na cidade de Orã, na Argélia. Diante da situação, que se mostra catastrófica desde o início, o prefeito fecha a cidade, impedindo que pessoas entrem ou saiam dela, a fim de evitar que a doença se alastre para outras cidades e países.

O interessante dessa obra é analisar o comportamento das pessoas que ficam presas em Orã. Por um lado, há muita solidariedade e heroísmo (dos profissionais de saúde, por exemplo) e, por outro, muito charlatanismo (pessoas aproveitando o momento para enriquecer) – tudo o que estamos observando, atualmente, com a covid-19. Assim, a leitura desse livro impõe uma reflexão e uma autocrítica sobre como estamos lidamos com a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O outro livro é o meu favorito dentre todos os que já li: "O Filho de Mil Homens", do português Valter Hugo Mãe. Para mim, essa obra é capaz de restaurar a crença na humanidade, porque explora o poder da empatia. A história gira em torno de Crisóstomo, um pescador solitário de meia-idade que deseja muito ter um filho. Página após página, ele conhece três pessoas, Antonino, Camilo e Isaura, todas desprezadas pela sociedade por diferentes motivos, mas que lhe permitirão formar uma família verdadeiramente feliz.

A escrita de Mãe é muitíssimo delicada, e isso torna a história ainda mais emocionante. Em tempos de intolerância, como este em que vivemos sob os impropérios do presidente Jair Bolsonaro, "O Filho de Mil Homens" é um livro fundamental.


Clique aqui ou na imagem acima para ver as demais dicas de livros



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário