quarta-feira, 8 de abril de 2020

Sindicato fiscaliza uso de EPIs nas empresas de transporte de cargas

07/04/2020

O Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar) tem percorrido a base, diariamente, para fiscalizar se as empresas tem fornecido corretamente os equipamentos de proteção individual (EPIs) aos trabalhadores. As ações incluem não apenas o transporte coletivo, mas também as empresas do transporte de cargas.

Dirigente Bandeirante (à esq.) em fiscalização na empresa G10 – Foto: Divulgação/Sinttromar 
Nesta segunda (6), em uma dessas visitas á base, os dirigentes José Carlos Eugênio (Bagre) e José Ilson Francisco (Bandeirante) estiveram na G10, onde foi constatado que os EPIs têm sido fornecido aos trabalhadores, conforme a necessidade de cada função. Não faltam máscaras nem álcool em gel.

☕ Sinttromar e TCCC assinam acordo sobre EPIs para o transporte coletivo
☕ Novo decreto flexibiliza a quarentena em Maringá: veja o que abre

Nas visitas, diz o dirigente Emerson Viana Silva, o Sinttromar tem checado se, além dos EPIs, as empresas têm dado aos trabalhadores orientações de prevenção ao novo coronavírus (covid-19). A doença é séria, não é apenas “uma gripezinha” como dizem os irresponsáveis, e todos os cuidados precisam ser tomados.

“Caso alguém não tenha recebido esses equipamentos, entre em contato nos nossos telefones ou via Messenger da página do Sinttromar no Facebook”, comenta Emerson. O telefone do Sinttromar é o 44 3226-4144. Também é possível contatar os dirigentes sindicais diretamente pelas redes sociais.

☕ Veja as 12 matérias do Café com Jornalista mais lidas em março
 Nove vereadores trocam de partido na janela eleitoral; Ulisses se filia ao PSD




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)


Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário