quarta-feira, 1 de abril de 2020

Prazo para TCCC e Cidade Verde entregarem EPIs contra a covid-19 venceu às 11h29

01/04/2020

As empresas TCCC (transporte urbano) e Cidade Verde (metropolitano) tinham até as 11h29 desta quarta (1º) para fornecer de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos motoristas do transporte coletivo. O prazo de 48 horas foi definido em medida cautelar da Justiça do Trabalho, com previsão de multa de R$ 10 mil por trabalhador no caso de descumprimento.

O dirigente sindical Emerson Viana Silva na entrega do ofício às empresas – Foto: Divulgação/Sinttromar
Na terça (31), o Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar) entregou ofício aos representantes das empresas, lembrando do prazo determinado pela juíza do Trabalho, Lecir Maria Scalassara Alenca. A magistrada deferiu o pedido de liminar do sindicado, considerando os riscos de contaminação pela covid-19 aos quais os motoristas estavam expostos sem os EPIs.

Artigo: A covid-19 e a saúde emocional dentro de casa

Ao conceder a tutela provisória de urgência, a juíza determinou às empresas: a) Fornecimento e fiscalização do uso de EPIs, inclusive máscaras e luvas; b) Fornecimento de álcool em gel no início e durante a jornada de trabalho, nos transportes coletivos e locais de embarque, desembarque ou simples permanência dos trabalhadores; c) Orientação regular dos empregados sobre medidas e recomendações do serviço público de saúde.

O Sinttromar informa que está fiscalizando o cumprimento da decisão judicial.




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)


Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário