quarta-feira, 22 de abril de 2020

Decreto permite reabertura de barbearias, salões, feiras livres e hotéis em Maringá

22/04/2020

Em uma live nas redes sociais, o prefeito Ulisses Maia (PSD) anunciou, na manhã desta quarta (22), mais uma etapa no afrouxamento das medidas de isolamento social adotadas em Maringá como prevenção ao novo coronavírus (covid-19). Desta vez, são autorizados a funcionar feiras livres, salões de beleza, barbearias e o setor hoteleiro – todos com restrições. Essas atividades estavam suspensas desde 20 de março.

Decreto 578/2020 estabelece uma série de exigências para a reabertura
O Decreto 578/2020 (leia aqui) foi enviado à imprensa logo após a live do prefeito. Segundo a Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá, o documento foi finalizado após seguidas reuniões com empresários, visando à prevenção. "A reabertura gradual de segmentos econômicos está alinhada com decisões técnicas baseadas em estudos de disseminação do vírus", diz trecho da nota.

☕ Veja as 12 matérias do Café com Jornalista mais lidas em março

O novo decreto é bem extenso, abordando pormenores de cada atividade. Fornecimento de álcool em gel 70° para funcionários e clientes e o uso obrigatório de máscaras são exigências em comum. A seguir, um resumo das regras impostas a esses estabelecimentos como condição para a retomada das atividades.

Salões e barbearias

Podem funcionar a partir desta quarta (22). Tanto salões de beleza e barbearias funcionarão de terça a sábado, das 9h às 17h, mediante agendamento (sendo proibido aguardar no local). Os clientes não poderão estar acompanhados, o atendimento de crianças e idosos não é recomendado e de pessoas com sintomas de gripe é proibido.

☕ Quórum baixo na Câmara de Maringá pode travar pauta de votação

A higienização dos equipamentos, com álcool em gel 70º, deve ser feita entre cada atendimentos. E o consumo de bebidas no local – algo comum em algumas barbearias – fica proibido.

O decreto proíbe que sejam disponibilizados jornais, revistas e similares. Essa restrição, de certa forma, afronta a liberdade de imprensa, já que os veículos impressos são um dos segmentos da atividade jornalística. Na Itália, por esse motivo, bancas de jornais não fecharam mesmo durante o pior momento da pandemia, por serem consideradas como atividade essencial.

Feiras livres

Reabertura permitida a partir de 27 25 de abril. Feiras livres, orgânica e do produtor poderão funcionar de segunda a sábado, das 7h às 11h e das 16h às 20h. São permitidas no máximo duas barracas por família e dois feirantes por barraca – um para manusear os produtos, outro para lidar exclusivamente com o caixa.

☕ Entrevista – Hossokawa: "Minha opinião é pelo isolamento vertical"

Haverá espaçamento de dois metros entre cada conjunto de duas bancas e distanciamento de dois metros entre os clientes na fila, regra que já se aplica a supermercados, padarias, açougues e outros estabelecimentos. Os feirantes deverão fazer uso de fita de isolamento para manter os clientes a uma distância mínima de um metro dos produtos em exposição.

Setor hoteleiro

Reabertura a partir de 27 de abril. Hotéis, motéis, hostel e pousadas poderão funcionar para o recebimento apenas de hóspedes ligados à área da saúde e de outras atividades essenciais – com exceção feita aos hóspedes mensalistas.

Áreas comuns, como academias, devem ficar fechadas, com possibilidade de delivery nos quartos. Elevador com mais de uma pessoa, só se forem da mesma família. Os hóspedes não podem apresentar sintomas respiratórios.

☕ Relembre os decretos e liminares que reduziram o isolamento social

De acordo com o novo decreto, o descumprimento das medidas "acarretará a responsabilização administrativa, civil e penal dos agentes infratores". A pena prevista é de cassação dos documentos de licenciamento para funcionamento, em conformidade com a legislação municipal em vigor.


Errata: A data de reabertura das feiras é 25 de abril, e não dia 27 conforme informado anteriormente pelo Café. A informação foi corrigida. 



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário