terça-feira, 7 de abril de 2020

Juliana Daibert: 'Sobre a Morte' e 'Fala de bicho, fala de gente'

Dicas de livros para o período de isolamento social


De que forma a morte é representada e como é vista pelos que agonizam? A quais necessidades sociais, religiosas e culturais respondem práticas como o enterro, a cremação e a mumificação? Em quais circunstâncias a morte afeta a percepção do morto aos olhos dos vivos? Quais ritos envolvem a separação definitiva e o luto? Existe vida depois da morte?

Os artigos reunidos pelo antropólogo francês Maurice Godelier no livro "Sobre a Morte: Invariantes culturais e práticas sociais" (Edições Sesc) responde a essas e a outras perguntas nas perspectivas de diferentes povos e épocas, que vão da Grécia e Roma antigas, passando pela Idade Média cristã, China e Índia contemporâneas, e chegam a povos amazônicos e aborígenes australianos. Curioso, interessante e bastante apropriado para o momento.

Também da Edições Sesc, a surpresa "Fala de bicho, fala de gente: Cantigas de ninar do povo juruna", da linguista Cristina Martins Fargetti. Estudiosa da língua e cultura do povo yudjá – juruna entre os não indígenas – desde a década de 1980, conquistou proximidade com os membros da etnia e encontrou particularidades culturais como o tipo de humor característico e uma categoria de animais batizada de bicho-gente, que remonta à cosmologia ancestral juruna.

Graficamente belo, o livro é acompanhado de CD com as cantigas gravadas com as vozes das mulheres yudjá, além de estudo e partituras da musicista Marlui Miranda.


Clique aqui ou na imagem acima para ver as demais dicas de livros



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário