domingo, 26 de abril de 2020

Do novo comunista a Mourão se aquecendo, memes brincaram com racha entre Moro e Bolsonaro

26/04/2020

A República estremeceu, na sexta-feira (24), quando Sergio Moro deixou o Ministério da Justiça e Segurança Pública, disparando acusações pesadas contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Horas depois, ex-presidentes comentaram o fato, e Fernando Henrique Cardoso cobrou a renúncia (ou o impeachment) de Bolsonaro.

Para o Café, esta foi a melhor charge da saída de Moro do governo. Por favor, ajudem a identificar a autoria
No fim da tarde, Bolsonaro reuniu no Planalto vários ministros e dois deputados (incluindo um dos filhos) para rebater Moro. Em seu pronunciamento, disse que não houve intervenção de sua parte na PF e, numa miscelânea de informações, citou Marielle Franco, o filho "pegador" do condomínio (o Zero Quatro), o amigo Queiroz, a facada, o interesse de Moro por uma vaga no Supremo e, ainda, falou que abriu coração para o ex-ministro. Uma bagunça de ideias.

☕ Acusações de Moro podem realizar profecia do haitiano para Bolsonaro

Naquela noite, novos pedidos de impeachment foram protocolados na Câmara, e outros estavam prometidos, inclusive pela Agência Brasileira de Imprensa (ABI). Segundo a Folha de S.Paulo, já são pelo menos 25 pedidos de afastamento de Bolsonaro. O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de um inquérito para apurar as acusações feitas pelo ex-juiz federal da Lava Jato.

Para pôr ainda mais lenha na fogueira, Moro deu uma prova de que suas acusações são sólidas, ao revelar ao Jornal Nacional (Rede Globo) trechos de conversas, via WhatsApp, que evidenciaram o interesse do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em barrar investigações conduzidas pela PF. As informações privilegiadas de Moro são, portanto, de interesse nacional, e isso tem de ser preservado pela própria PF. E a segurança de Moro (que corre risco por saber demais) tem de ser garantida.

☕ Conheça sete sites para verificar se a informação é fato ou fake

Desde então, a internet foi tomada por uma avalanche de charges, ilustrações e memes, que são sempre a parte divertida da história – ao menos pra quem não está envolvido na confusão. As piadas envolveram, além de Moro e Bolsonaro, o filho "pegador do condomínio" Zé Bomitinho, os filhos políticos, o gado, o vice Mourão (se preparando para assumir), entre outros. Moro, é claro, entrou para a lista vermelha de comunistas.

Vamos relembrar, agora, alguns ótimos memes. Conte pra gente, nos comentários da postagem, no perfil do editor no Twitter ou na página do Café no Face, qual foi seu meme favorito! 
















Colabore

Se você, leitor, sentir falta de algum ótimo meme sobre o assunto, envie para o Café via Whatapp no número 44 98826-1221. Publicaremos seu meme favorito aqui.



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário