quarta-feira, 15 de abril de 2020

Artigo: No diário da pandemia, o sorrateiro coronavírus chega perto de nós

15/04/2020

* Por Tania Tait

Desde o começo da pandemia pelo coronavírus (covid-19), tenho acompanhado as notícias e a evolução da doença pelo mundo, até a chegada da pandemia ao nosso Brasil. Em todos os países, após seus governos tentarem outras alternativas, que se mostraram infrutíferas devido à velocidade de propagação do vírus, a decisão foi pelo isolamento total.

Desde o dia 20, Tania Tait escreve um diário sobre o período de isolamento
Nesses locais, inicialmente, pensaram em salvar a economia, porém, com o aumento do número de mortos, compreendeu-se que é preciso primeiro salvar vidas. E, assim, essa alternativa do isolamento total foi implantada no Brasil por iniciativa de governadores e prefeitos, a despeito de reações contrárias e muita fake news correndo nas redes sociais.

Certas pessoas parecem não ter se dado conta, ainda, da gravidade da situação. O isolamento nos auxilia a ganhar tempo para preparar o sistema de saúde, com qualificação de profissionais e equipamentos para atender as pessoas contaminadas.

☕ Covid-19 já matou mais que H1N1, sarampo e dengue juntos

Desde o dia 20 de março, com a decretação do isolamento em Maringá, decidi escrever o "Diário Ficando em Casa", no Facebook, no qual descrevo atividades realizadas durante o dia, comentários, receitas e outras informações como forma de ajudar as pessoas. Percebi, nesse tempo, que muitas pessoas, por ignorância ou teimosia ou sei lá o que, não estão seguindo as orientações da área de saúde, nem para se proteger nem para proteger os seus familiares. O coronavírus é invisível a olho nu, e não sabemos onde ele está, a não ser quando ele se instala em nós.

Conforme o tempo vai passando, o coronavírus vai chegando cada vez mais perto de cada um e cada uma de nós. É um ex-prefeito infectado, o filho de um amigo do amigo, é a esposa de um professor, é a prima da prima... e assim por diante. E "ele", o vírus, chegou.

Na UTI desde o início do mês, ex-secretário Eudes apresenta melhoras

No meu "Diário Ficando em Casa", de sábado (11), não teve descrição de atividades, mas foi marcado por orações e pensamentos positivos para um amigo querido de tantas décadas que se encontra na UTI lutando pela vida, diagnosticado com coronavírus, o Eudes Januário. Para minha surpresa e emoção, muita energia positiva e orações oriundas de várias pessoas somaram-se ao meu texto, como forma de solidariedade ao Eudes.

Desde o dia que soube do seu internamento, fiquei pensando em todas as lutas que travamos ao longo das décadas. Conheço o Eudes desde o movimento estudantil na Universidade Estadual de Maringá (UEM), certamente faz uns 40 anos. Nascemos no mesmo ano, 1961, uma safra boa como sempre dissemos. Participamos de vários movimentos em defesa da democracia, da classe trabalhadora, no diretório do PT por várias gestões, e atuamos como secretários municipais no governo do saudoso José Claudio (PT).

Jornalistas dão dicas de livros para o período de isolamento social

Eudes sempre disse que somos iguais, com a diferença de que, segundo ele, eu sou mais educada e falo mais manso, por isso sou uma "autoritária doce". Força, meu amigo! Temos muitas batalhas para travar juntos. Muito pensamento firme e positivo. Estamos em oração por você!

Tania Tait
* Coordenadora da ONG Maria do Ingá Direitos da Mulher, Tania Tait é escritora e professora aposentada da UEM, com doutorado em Engenharia de Produção pela UFSC e pós-doutorado em História pela UEM. Seu mais recente livro é "As Mulheres na Luta Política" (2020). 

Outros artigos

☕ Coronavírus, inteligência emocional, convivência dentro de casa
☕ Abraçar ou não abraçar Suzy: o que faria Jesus?
☕ Reportagem de Drauzio para o Fantástico cometeu três erros crassos




>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Os artigos não refletem, necessariamente, a opinião do Café com Jornalista, que os reproduz em exercício da atividade jornalística e amparado pela liberdade de expressão. (Do editor)



A página do Café no Facebook superou a marca de 3.000 curtidas na Sexta-feira Santa, em 10 de abril, graças aos leitores assíduos que apoiam o blog. Para ser informado sobre novas matérias publicadas, curta você também e convide seus amigos para curtir. Clique aqui.



Para receber as últimas notícias do Café com Jornalista no seu WhatsApp é muito fácil. Basta enviar para o número acima a mensagem "Quero Café", informando seu nome e sua cidade de origem. Seu número será, então, adicionado a uma lista de transmissão dos seguidores do blog. A qualquer momento, você poderá cancelar a inscrição.
Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário