quinta-feira, 19 de março de 2020

Transporte público será mantido em Maringá por causa dos profissionais das áreas essenciais

19/03/2020

Ao contrário do que já ocorreu em algumas cidades, em Maringá o transporte público não será suspenso. A decisão da Prefeitura, comunicada pelo prefeito Ulisses Maia (PDT), foi explicada pelo secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur, em reunião com representantes do Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar) das empresas TCCC (transporte urbano) e Cidade Verde (metropolitano), nesta quarta (18).

Purpur na reunião com a TCCC e o Sinttromar – Foto: Luiz Fernando Cardoso/Café com Jornalista
Purpur na reunião com a TCCC e o Sinttromar – Foto: Luiz Fernando Cardoso/Café com Jornalista
Segundo Purpur, a paralisação do transporte público chegou a ser cogitada, porém, essa possibilidade foi descartada porque profissionais de áreas essenciais, como a saúde, precisam das circulares para chegar aos seus postos de trabalho. O percentual da frota a ser mantida, disse ele, será estudado a cada dia.

“O que não pode ocorrer é reduzir o número de ônibus a ponto de ter superlotação, porque daí teríamos contaminação”, comentou Purpur, acrescentando que o passe livre dos estudantes, que estarão sem aulas, e a gratuidade para idosos serão cancelados, forçando as pessoas mais velhas – principal grupo de risco – a ficarem em casa.

☕ Janaína e Reale Júnior questionam permanência de Bolsonaro na presidência

Ficou acertada uma nova reunião nesta sexta (20), na sede do Sinttromar, entre dirigentes sindicais e as empresas TCCC e Cidade Verde. Na terça-feira, já com o comércio fechado e as aulas interrompidas, uma nova reunião entre Semob, Sinttromar e empresas analisará a frota necessária para atender a população.



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)

Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário