quarta-feira, 18 de março de 2020

Procon fecha duas farmácias por venda de álcool em gel a preços abusivos

18/03/2020

Duas farmácias de Maringá, que tiravam vantagem dos clientes em plena pandemia do novo coronavírus, foram flagradas pelo Procon vendendo álcool em gel com preços abusivos. A ação do órgão, nesta quarta (18), partiu de denúncias de consumidores e resultou no fechamento dos dois estabelecimentos.

Deu ruim para duas farmácias que vendiam álcool em gel a preços acima do valor de mercado – Foto: PMM
Deu ruim para duas farmácias que vendiam álcool em gel a preços acima do valor de mercado – Foto: PMM
Uma das lojas autuadas fica na Avenida Parigot de Souza e a outra, na Praça 7 de Setembro (do Peladão). Os nomes dos estabelecimentos não foram divulgados. A ação resultou na cassação cautelar do alvará, com suspensão temporária das atividades por cinco dias.

Vender álcool em gel com preço exorbitante é um tipo de "espírito de porco"; veja aqui

De acordo com o Procon, os casos serão comunicados à Secretaria Municipal de Fazenda. As empresas terão cinco dias para apresentar documentos e notas fiscais que justifiquem os valores abusivos dos produtos. "Vamos repreender imediatamente quando identificarmos vendas acima do preço de mercado. Empresários terão oportunidade de fazer suas defesas", disse Geilson Ferdinandi, diretor do Procon.

A operação continuará nesta quinta (19) em farmácias, mercados e lojas de produtos hospitalares. O Procon de Maringá orienta que, em caso de suspeita de abuso econômico, a pessoa faça a denúncia pelos telefones 151 ou 3293-8150.



>>> Sobre o Café
>>> Sobre o Jornalista
>>> Cafeinado
>>> Maringá
>>> Política
>>> Economia
>>> Geral
>>> Entrevistas
>>> Artigos
>>> Imprensa

* Matérias e opiniões publicadas no Café com Jornalista estão compreendidas pela atividade jornalística e amparadas pela liberdade de imprensa e de expressão. (Do editor)

Merece:

0 comentário(s):

Postar um comentário